Psicologia

“A história nos ensinou que as pessoas são resilientes”, diz professor de psicologia

"A psicologia desempenha um grande papel na disseminação e na contenção de infecções", disse ele.

27/03/2020 07h23
Por: Will R. Filho
Reprodução: Google
Reprodução: Google

O  psicólogo Steven Taylor, professor da Universidade da Colúmbia Britânica, concedeu uma entrevista para falar sobre o contexto de pandemia atualmente, destacando que a população deverá passar pelo surto do novo coronavírus confiando nas autoridades do país através "do exemplo".

“A história nos ensinou que as pessoas são resilientes, as pessoas são fortes. Nós não gostamos dessa situação, estamos estressados com essa pandemia, mas ela vai acabar e vamos passar por isso", afirmou ele, que é autor do livro "A Psicologia da Pandemia".

Segundo Steven, a psicologia é fundamental no atual contexto, pois ela reflete a maneira como a população deve encarar o estresse da pandemia. Ou seja, o clima de histeria ou tranquilidade pode ser provocado, por isso é tão importante o exemplo vindo dos governantes.

"Eu percebi que a psicologia desempenha um grande papel na disseminação e na contenção de infecções, e no sofrimento emocional e no comportamento que as pessoas exibem. Isso é a psicologia da pandemia", explicou o autor, segundo informações da Agencia Pública.

O que a pandemia ensina

Por fim, Steven reconhece que assim como ocorreu em outras pandemias, parte da população desenvolveu comportamentos errados por causa do abalo psicológico provocado pelo medo do novo coronavírus, mas que a situação também favoreceu o surgimento de atos de generosidade.

"O que estamos aprendendo com a pandemia atual é que as coisas que vemos agora são muitas das que vimos nas pandemias passadas: a ascensão do racismo, grande número de pessoas hipocondríacas que interpretam mal sintomas comuns e se dirigem para hospitais preocupadas com terem Covid-19", diz o autor.

"Vimos compras motivadas por pânico nas pandemias anteriores, como estamos vendo novamente. Mas também estamos vendo a ascensão da solidariedade das pessoas, se unindo, se apoiando e se ajudando mutuamente", conclui.