De volta ao jogo

Marina reaparece e ataca Bolsonaro: "Precisa ser colocado no seu devido lugar"

"Ele, Jair Bolsonaro, precisa ser colocado no seu devido lugar, em isolamento político", disse Marina Silva.

25/03/2020 18h31
Por: Will R. Filho
Reprodução: Google
Reprodução: Google

A ex-senadora e ministra do governo Lula, Marina Silva, utilizou suas redes sociais para gravar um vídeo criticando o presidente da República, Jair Bolsonaro, após o mesmo fazer um pronunciamento na TV aberta criticando o isolamento de toda a população por causa do novo coronavírus.

Marina argumento que Bolsonaro "desautorizou o seu ministro de Saúde" ao pedir que a população possa voltar ao trabalho, afirmando que o presidente precisa ser colocado em "isolamento político", segundo ela, por causa das suas "ideias irresponsáveis".

"O ministro da Saúde terá que fazer uma escolha: continuar honrando seu diploma de médico ou ceder às chantagens do presidente Jair Bolsonaro, com suas ideias irresponsáveis, autoritárias e suicidas", disse Marina Silva. "[Ele] tripudiou de todos aqueles que já perderam familiares e principalmente dos médicos, médicas, enfermeiros e enfermeiras que estão arriscando suas vidas para poder cuidar da nossa saúde", completou.

Marina, que geralmente é criticada por aparecer na vida pública apenas durante o período de eleição, também é apontada pelos críticos como alguém que só reaparece quando surge a oportunidade de criticar seus adversários, o que já foi rebatido por ela em outras ocasiões.

Para Marina, o presidente não deveria falar sobre assuntos que não tem propriedade. "Ele, Jair Bolsonaro, precisa ser colocado no seu devido lugar, em isolamento político, para parar de infectar o Brasil", afirmou a ex-senadora"Se não tem autoridade técnica para falar de saúde, deveria fazer aquilo que qualquer líder com alguma autoridade ética estaria fazendo: tratando de diminuir o sofrimento do povo brasileiro".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas


Banner rodapé Ad 2