Educação

A geração de filhos que não forram nem a própria cama - Culpa de quem?

Quando vivemos em uma geração onde os pais são frouxos, criamos uma leva de crianças e adolescente igualmente irresponsáveis.

29/02/2020 13h36
Por: Will R. Filho
Reprodução: Google
Reprodução: Google

Vez e outra vemos na mídia o surgimento de "brincadeiras" violentas entre crianças e adolescentes, e então todos se perguntam o motivo de coisas tão banais se tornarem virais. Uma das principais respostas a essa questão é: CULPA DOS PAIS.

É inevitável fazer comparações com épocas distintas da vida, e uma delas envolve a nossa própria experiência. Por exemplo: forrar a própria cama, ou simplesmente guardar o colchão, lençóis e travesseiros (quando não se tem cama), era uma lição básica de educação familiar entre pais e filhos em muitos lares.

Para os leigos da área comportamental, basta saber que o senso de disciplina, quando ensinado desde cedo, e cobrado pelos pais, se torna em DISCIPLINA PARA A VIDA, de modo que todo o comportamento da criança ou adolescente será moldado por esse senso.

Em seu livro lançado em 2019 chamado "Limites - O caminho para o equilíbrio emocional dos seus filhos", a psicóloga a palestrante Marisa Lobo detalha a importância de saber impor a disciplina aos filhos através de situações cotidianas, como forrar a própria cama, apontando como isso ajuda de forma positiva na formação da personalidade das crianças.

Por outro lado, quando vivemos em uma geração onde os pais são frouxos, criamos uma leva de crianças e adolescente igualmente irresponsáveis que são capazes até de cuspir na "cara" dos pais caso sejam frustrados por alguma ordem posterior, já em uma fase tardia da vida.

Quando você, pai ou mãe, não cobra dos seus filhos que forrem a própria cama - e isso é só UM exemplo - como espera que tais criaturas se comportem na rua ou, pior ainda, na casa dos outros?

Infelizmente estamos em uma época onde pais e mães vivem em um universo paralelo JUNTO com os filhos. Eles não são os responsáveis por trazer os filhos para o mundo real, onde deve existir regras de convivência, educação, disciplina, etc., mas pelo contrário, eles endossam praticamente tudo o que os filhos fazem, fazendo-os viver uma ilusão que só lhes trará sofrimento no futuro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas


Banner rodapé Ad 2