Exemplo

Empresa de Israel que cria água a partir do ar levará água para palestinos, em Gaza

"Uma prova de conceito de que palestinos e israelenses podem fazer mais do que lançar ataques um ao outro", disse o diretor da empresa

14/02/2020 17h41
Por: Will R. Filho
Fonte: CBN News
Palestinos enfrentam dificuldade para a obtenção de água potável. Reprodução: Google
Palestinos enfrentam dificuldade para a obtenção de água potável. Reprodução: Google

 A Watergen, uma empresa israelense que produz água a partir do ar, está contornando a política e enfrentando a crise hídrica de Gaza através dos negócios.

A empresa anunciou na quinta-feira que uma de suas máquinas de produção de água foi levada ao bairro de Abasan al-Kabira, em Gazan, como parte de um programa piloto.

A máquina, intitulada "GEN-M", é um gerador de água atmosférica (AWG) que puxa a água do ar e a transforma em água potável. A máquina pode produzir até 800 litros de água por dia e também é cotada pelo governo de Jair Bolsonaro para ajudar nas regiões de seca do Nordeste brasileiro.

"Respondendo de acordo com nossa crença de que todo ser humano tem um direito fundamental à água potável, estamos ajudando alguns vizinhos de Israel a ter acesso à água potável, um recurso que falta em Gaza", disse a empresa em um comunicado.

A principal fonte de água de Gaza é o aquífero costeiro, mas a extração excessiva está esgotando rapidamente o recurso. A poluição e a água do mar poluem o aquífero e apenas 4% da água é segura para beber.

A Watergen se uniu ao Instituto Arava de Estudos Ambientais de Israel e à ONG palestina Damour for Development Community para levar água potável a Gaza como parte de um projeto piloto colaborativo. O projeto foi financiado pela Kennedy Leigh Foundation, como parte do Fórum Ambiental Track II do Arava Institute.

"A introdução do Watergen em Gaza não é apenas uma prova de conceito para uma tecnologia de ponta, mas também uma prova de conceito de que palestinos e israelenses podem fazer mais do que lançar ataques um ao outro. Podemos, em vez disso, trabalhar juntos para melhorar vidas, resolver problemas humanitários, construir confiança e restaurar a esperança ". disse o diretor do Instituto Arava, David Lehrer.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas