Câmara

Moro para deputado: "O senhor é um desqualificado para o exercício desse cargo"

“Quem protegeu milícia foi o seu partido”, disse Moro para o parlamentar da esquerda.

12/02/2020 16h11
Por: Will R. Filho

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, reagiu aos ataques do deputado Glauber Braga (PSOL-RJ), o qual de forma ofensiva acusou o ministro de ser um "capanga de milícia" atuando para defender o presidente Jair Bolsonaro.

"É lobo em pele de cordeiro. O senhor Sergio foi muito bem treinado. Nas relações com o Projeto Ponte, nas vistas aos Estados unidos. Nas visitas que fez ao Departamento de Estado (norte-americano). Mas o senhor é um capanga da milícia, do Bolsonaro", afirmou o esquerdista.

Sérgio Moro, por sua vez, não deixou por menos e apontou a condição de “desqualificado” de Braga para atuar na Câmara dos Deputados.

“O senhor não tem fato, não tem argumentos, o senhor só tem ofensas. O senhor é um desqualificado”, disse Moro, na sequência afirmando que não teve qualquer influência nas investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro envolvendo o senador Flávio Bolsonaro no caso Queiroz.

“A Polícia Federal fez uma investigação, eu sequer li esse relatório. Eu não interfiro no trabalho da Polícia Federal", afirmou Moro.

Moro também afirmou que foi o Psol que atuou para “proteger” as milícias durante a votação do pacote anticrime, uma vez que o partido discordou de várias propostas apresentadas pelo ex-juiz da Lava-jato. “Quem protegeu milícia foi o seu partido”, afirmou o ministro, segundo o Valor.

Diante da exaltação dos ânimos dos deputados com a discussão entre Moro e Braga, o presidente da sessão, Marcelo Ramos (PL-AM), decidiu encerrar a oitiva. Assista um trecho abaixo:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas