LGBT

Desespero: mídia apaga reportagem sobre a queda de 24% de mortes de LGBT em 2019

Ativismo jornalístico se esforça para esconder informação sobre queda de assassinatos da população LGBT durante o governo Bolsonaro

15/01/2020 06h22
Por: Will R. Filho
Mídia tenta esconder a queda de 24,5% de assassinatos contra a população LGBT no governo Bolsonaro. Reprodução/montagem: Google/Opinião Crítica
Mídia tenta esconder a queda de 24,5% de assassinatos contra a população LGBT no governo Bolsonaro. Reprodução/montagem: Google/Opinião Crítica

A grande mídia protagonizou um ato gritante de manipulação informativa nas últimas horas, após diversos veículos negarem a informação sobre a queda de 24,5% dos assassinatos de pessoas LGBTs no país no ano de 2019, portanto, durante a gestão do governo Jair Bolsonaro.

Mídias ligadas à esquerda, por exemplo, publicaram manchetes dizendo se tratar de "fake news" a informação publicada originalmente pela Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), entidade que anualmente divulga o "mapa dos assassinatos" contra o segmento LGBT.

Após a grande repercussão da informação em favor da comunidade LGBT, por exemplo, o "Observatório", do portal UOL apagou a sua matéria noticiando a queda de 24,5% dos assassinatos de homossexuais, travestis e outros no primeiro ano do governo Bolsonaro. Abaixo, observe a informação no print de tela:

Mídia apaga reportagem sobre a queda do número de assassinatos de LGBTs em 2019.
Dentro da caixa em vermelho é possível observar o link original da matéria publicada pelo Observatório, do UOL, informando a queda de 24,5% dos assassinatos no segmento LGBT em 2019. Essa consulta foi realizada pelo Opinião Crítica no dia 15 de janeiro de  2020, às 07:02.

 

 

Na tela abaixo também é possível confirmar a mesma matéria do Observatório aparecendo nos resultados de busca do Google. No detalhe, note que outras duas mídias tiveram como fonte o mesmo canal para reproduzir a informação original.

Resultado de buscas no Google sobre a matéria do Observatório
Matéria do Observatório sobre a queda de 24,5% dos assassinatos de LGBTs no Brasil aparecendo nos resultados do Google.

Apesar da tentativa de "manipulação", outras mídias reproduziram a informação de forma idônea, incluindo o Guia Gay de São Paulo, que também relatou a aparente tentativa de manipulação da Antra, visto que o órgão apagou a informação publicada originalmente em seu mapa. "A Antra retirou do ar os mapas de assassinatos", diz o Guia Gay de São Paulo, conforme print abaixo:

Antra retira do ar informação sobre a queda do número de assassinatos da população LGBT, informou o Guia Gay de São Paulo.
Antra retira do ar informação sobre a queda do número de assassinatos da população LGBT, informou o Guia Gay de São Paulo.

 

A informação foi confirmada pelo Opinião Crítica, que também fez o print no site da Antra, conforme a imagem abaixo:

Antra retira do ar informação sobre a queda de assassinatos da população LGBT durante o primeiro ano do governo Bolsonaro.
Antra retira do ar informação sobre a queda de assassinatos da população LGBT durante o primeiro ano do governo Bolsonaro.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.