Hackers

"Procurei a deputada porque sabia que ela era contra a Lava-Jato", diz hacker

Foi Manuela, candidata a vice na chapa de Fernando Haddad, que apresentou Delgatti ao jornalista Glenn Greewald

13/12/2019 17h31
Por: Will R. Filho
Foi Manuela, candidata a vice na chapa de Fernando Haddad, que apresentou Delgatti ao Greewald. Reprodução: Google
Foi Manuela, candidata a vice na chapa de Fernando Haddad, que apresentou Delgatti ao Greewald. Reprodução: Google

Walter Delgatti Neto, um dos hackers responsáveis pela invasão dos celulares do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, de membros da Operação Lava Jato, confessou que a força-tarefa de combate à corrupção foi o grande alvo do esquema, e que para isso procurou a ajuda da ex-deputada Manuela D'Ávila.

Delgatti contou detalhes sobre a negociação com Manuela D'ávila e Glenn Greenwald. O hacker ainda negou a possibilidade de existir um "mentor" das invasões, conforme delatado por Luiz Henrique Molição, um dos membros do grupo.

Molição é um dos hackers que recentemente acertou um acordo de delação premiada com a Polícia Federal. O conteúdo ainda será colhido, mas poderá acrescentar importantes desdobramentos à investigação, inclusive com informações se houve ou não o financiamento da invasão.

Delgatti confirmou que a intenção de procurar Manuela foi pelo ataque aos investigadores. “Eu procurei a deputada porque sabia que ela era contra a Lava-Jato devido à ideologia”, disse ele, segundo o Terra.

Foi Manuela, candidata a vice na chapa de Fernando Haddad, que apresentou Delgatti ao jornalista Glenn Greewald, responsável pela divulgação mas mensagens em uma série de reportagens batizada de "Vaza-Jato".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas