Vaticano

Evangélicas, Damares e Michelle se reúnem com o Papa para falar contra o aborto

"Expus o posicionamento deste Brasil conservador e cristão", disse Damares Alves

13/12/2019 15h01
Por: Will R. Filho
Damares e Michelle se encontram com o Papa. Reprodução: Google
Damares e Michelle se encontram com o Papa. Reprodução: Google

A ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, seguiu para o Vaticano junto à primeira-dama Michelle Bolsonaro, onde se reuniram com o Papa Francisco para falar em defesa da vida humana desde a concepção.

Chamada por muitos de "pastora", Damares tratou de destacar em suas redes sociais que o encontro com o líder católico foi com alguém que é "para além de um líder religioso", frisando a liderança de Francisco no âmbito governamental.

"O Papa Francisco é um Chefe de Estado com olhar sensível às questões humanitárias. Neste dia, eu e nossa querida primeira-dama nos reuniremos com ele para discutirmos o importante papel das entidades religiosas na recuperação de dependentes químicos", escreveu Damares.

A ministra frisou ainda que a pauta do diálogo incluiu a defesa por políticas "na adoção de crianças, na administração de abrigo, na proteção da mulher contra a violência doméstica e, principalmente, a defesa da vida desde a concepção".

"Mais cedo, na rádio Vaticana, expus o posicionamento deste Brasil conservador e cristão, que é a favor da preservação da vida da mãe e do bebê!", completou Damares.

A presença de Michelle Bolsonaro - que também é evangélica - no encontro está de acordo com os objetivos propostos da ministra, uma vez que a primeira-dama se dedica ao trabalho com pessoas portadoras de deficiência. Neste sentido, evangélicos e católicos foram representados na reunião, a qual teve como pauta comum a defesa pela vida.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.