Absurdo

Diretor de cinema pede a legalização do estupro "sem violência" e causa indignação

“Se você está prestes a ser estuprada, entregue uma camisinha ao estuprador e coopere com ele", disse o cineasta

10/12/2019 15h23
Por: Opinião Crítica
Fonte: OpIndia
Telugu Daniel Shravan provocou a revolta ao pedir a legalização do estupro. Reprodução: Google
Telugu Daniel Shravan provocou a revolta ao pedir a legalização do estupro. Reprodução: Google

O cineasta Telugu Daniel Shravan provocou a revolta de muitos ao fazer comentários em defesa da legalização do estupro "sem violência", além de culpar às mulheres vítimas do crime por não satisfazerem os desejos dos homens.

Comentando sobre o recente incidente de estupro e assassinato brutal da veterinária Hyderabad, na Índia, Daniel havia escrito em um post no Facebook que os estupros acontecem apenas devido a desejos sexuais insatisfeitos dos homens.

“O governo deveria encorajar a legalização do estupro sem violência, mas não o estupro seguido de morte. Meninas acima de 18 anos deveriam ser educadas com isso. Mulheres não deveriam negar desejo sexual dos homens. Apenas assim esse tipo de coisa não aconteceria”, escreveu ele.

Shravan também aconselhou as mulheres a 'levarem preservativos' em vez de ligarem pedindo socorro. “Se essas vadias inflexíveis não concordarem com a proposta dos estupradores, eles não terão outro jeito senão estuprá-las”, destacou o cineasta.

“Se você está prestes a ser estuprada, entregue uma camisinha ao estuprador e coopere com ele enquanto ele cumpre seu desejo sexual. Dessa forma, ele não tentará prejudicar vocês. Lógica simples… quando o desejo sexual é realizado, os homens não matam mulheres”, completou.

Revolta generalizada

Os comentários doentios de Shravan criaram uma grande indignação nas mídias sociais. Quando um usuário do Facebook perguntou se ele daria o mesmo conselho para as mulheres de sua própria família, Shravan teria respondido afirmativamente.

Após a controvérsia, um grupo de mulheres chamado 'Narisena' havia se aproximado da família de Shravan e conversado com sua mãe.

Em um vídeo enviado ao YouTube, as mulheres do grupo se encontraram com uma senhora, supostamente a mãe de Daniel, e a informaram dos comentários perversos de seu filho nas mídias sociais sobre crimes hediondos como estupro e assassinato.

Quando a senhora afirmou que não tem conhecimento de nenhum comentário feito por seu filho nas mídias sociais, o grupo informou sobre o contexto e o conteúdo dos comentários de Daniel.

Depois de ouvir os comentários de Shravan, a senhora declarou estar chocada ao ouvir as declarações dele e expressou tristeza pelo comportamento dele. Ela afirmou que os comentários de Shravan a fizeram sentir vergonha. Dirigindo-se a Shravan, ela acrescentou que ele nunca deveria ter feito tais declarações a respeito de nenhuma mulher.

Após a polêmica, o cineasta excluiu seus comentários no Facebook e depois publicou um texto explicando que a publicação anterior fazia parte da fala de um vilão em seu mais novo trabalho.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas