Conflito

Malafaia para Joice: "Você é uma vergonha (...) não tem um mínimo de credibilidade"

"Participou daquilo que ela está acusando hoje", disse Malafaia sobre Joice Hasselmann

05/12/2019 08h11
Por: Will R. Filho
Malafaia dispara contra Joice após ataques aos aliados do governo na CPI das Fake News. Reprodução: Google
Malafaia dispara contra Joice após ataques aos aliados do governo na CPI das Fake News. Reprodução: Google

O pastor e empresário Silas Malafaia voltou a criticar a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), devido à sua participação na chamada "CPI das Fake News" nesta quarta-feira (04). Considerado um importante articulador do apoio evangélico ao presidente Bolsonaro, o líder religioso disparou contra a postura bélica da parlamentar contra os aliados do governo.

"DEPUTADA JOICE, VOCÊ É UMA VERGONHA!", escreveu Malafaia em letras garrafais em sua rede social. "As acusações que essa deputada está fazendo no [sic] CPI da fake news, mostra o nível de caráter que ela possui. Participou daquilo que ela está acusando hoje. Não tem um mínimo de credibilidade. SIMPLESMENTE VERGONHOSO!", completou.

Em sua participação na CPI, Joice apresentou uma série de suposições, como por exemplo, que o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) quis criar uma "Abin paralela" no Palácio do Planalto, com grampos de telefônicos e criação de dossiês.

"Houve uma tentativa, no início, de que o Carlos tentou montar uma 'Abin paralela' para que houvesse grampo de celular, dossiês feitos. E isso teria criado um atrito. E o nome foi esse, uma Abin paralela", afirmou a deputada, segundo a Folha.

Questionada sobre a fonte da sua informação, Joice falou que ela foi dada pelo ex-ministro Gustavo Bebianno, exonerado no começo do ano pelo presidente Bolsonaro, após atrito interno no PSL Esse é o mesmo Bebianno que no último domingo se filiou ao PSDB e já falou em impeachment do presidente.

Ou seja, Joice parece utilizar meras suposições com base em um "disse-me-disse" de ex-aliados do governo que agora usam o ressentimento para atacá-lo através da CPI das Fake News. O que deveria ser uma investigação contra a disseminação de informações falsas, na verdade, parece já ter se transformado em um show de fofocas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas