Economia

Trump acusa o Brasil de usar a desvalorização do real para se beneficiar

"Se for o caso, ligo para o Trump, eu tenho um canal aberto com ele", disse Bolsonaro.

02/12/2019 13h30
Por: Will R. Filho
Bolsonaro disse que pode ligar para Trump. Reprodução: Google
Bolsonaro disse que pode ligar para Trump. Reprodução: Google

O presidente americano, Donald Trump, usou suas redes sociais como de costume para anunciar uma retaliação financeira ao Brasil e Argentina, segundo ele, por utilizarem a desvalorização de suas moedas para benefício econômico.

"Brasil e Argentina têm presidido uma desvalorização maciça de suas moedas. o que não é bom para os nossos agricultores. Portanto, com efeito imediato, restaurarei as tarifas em todo aço e alumínio enviado para os Estados Unidos a partir desses países", publicou Trump nesta segunda (2).

O Brasil é um dos maiores concorrentes dos Estados Unidos na produção agrícola. Assim, com o dólar alto e o real "desvalorizado" (barato), os compradores internacionais terminam comprando mais do Brasil. Na prática, o presidente americano apenas tenta proteger a economia do seu país.

"O Sistema de Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed) também deve agir para que os países, dos quais existem muitos, não aproveitem mais nosso dólar forte, desvalorizando ainda mais suas moedas. Isso torna muito difícil para nossos fabricantes e agricultores exportar seus produtos de maneira justa", escreveu Trump em outra postagem.

Bolsonaro reage a declaração de Trump

Ao ser questionado sobre a retaliação de Trump pela imprensa na saída do Palácio da Alvorada hoje pela manhã, o presidente Jair Bolsonaro disse que irá consultar o ministro Paulo Guedes, a sim de tomar uma decisão compatível com a medida. Uma ligação para o presidente americano também foi cogitada.

"Vou falar com o Guedes hoje. Alumínio? Vou falar com o Paulo Guedes agora. Se for o caso, ligo para o Trump, eu tenho um canal aberto com ele. Converso com o Paulo Guedes e depois dou uma resposta, para não ter que recuar", disse o presidente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas