Lava Jato

Força-tarefa da Lava Jato emite nota repudiando acusações contra procurador

O nome do procurador da República Diogo Castor de Mattos estaria sendo alvo de fake news

17/06/2019 12h51Atualizado há 1 mês
Por: Opinião Crítica
Força-tarefa da Lava Jato emite nota de repúdio contra divulgação de mensagens falsas
Força-tarefa da Lava Jato emite nota de repúdio contra divulgação de mensagens falsas

O Ministério Público do Paraná emitiu uma nota oficial neste final de semana repudiando a divulgação de mensagens envolvendo o procurador da República, Diogo Castor de Mattos, que segundo a força-tarefa da Lava Jato, são falsas.

documento afirma que "trata-se de fake news o conteúdo que vem sendo compartilhado por meio de grupos de whatsapp", material esse amplamente divulgado nas redes sociais nos últimos dias, lado à divulgação de mensagens envolvendo também o ministro da Justiça e Segurança Pública do governo, Sérgio Moro, que também já emitiu uma nota não reconhecendo a autenticidade das mensagens.

Ainda segundo o MPF-PR, tais acusações contra a procuradoria do órgão são "caluniosas" e requentadas, pois dizem respeito à notícias antigas. Leia abaixo a nota na íntegra:

Força-tarefa repudia acusações genéricas contra procurador da República

Trata-se de fake news o conteúdo que vem sendo compartilhado por meio de grupos de whatsapp e publicados em alguns blogs, que mencionam a atuação do procurador da República Diogo Castor de Mattos como suposto autor de hackeamento de mensagens atribuídas à força-tarefa Lava Jato em Curitiba.

Tais imputações são absurdas e caluniosas, e estão sendo feitas com base em reportagens antigas contendo mentiras já devidamente rechaçadas anteriormente em notas divulgadas pela assessoria de comunicação do MPF/PR nos anos de 2017 e 2018 (aqui).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas