Doutrinação

"Jesus Cristo foi morto como a Marielle", diz professor para alunos em sala de aula

Gravação feita por alunos foi denunciada pelo movimento Escola Sem Partido

Educação e Realidade

Educação e RealidadeInformações sobre o mundo da educação e sua correlação com a cidadania. Por: Giuliana da Matta - Professora da rede pública, mestre em História pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Contato: [email protected]

17/06/2019 11h18Atualizado há 6 meses
Por: Opinião Crítica
Professor compara morte de Jesus a de Marielle Franco
Professor compara morte de Jesus a de Marielle Franco

Mais um episódio de doutrinação ideológica em sala de aula foi gravado pelos alunos e divulgado no último final de semana. Se trata de um professor de Geografia do Sesi de Suzano. O vídeo mostra o docente fazendo críticas ao cenário cultural e político do país, indiretamente, induzindo a opinião dos alunos sobre tais aspectos.

O professor identificado como Jefferson, segundo informações do movimento Escola Sem Partido (ESP), aparentemente contextualiza sua fala ao modo como a figura da mulher é tratada na sociedade atual, tema de um trabalho feito pelos alunos. No entanto, o mesmo chega à comparar o assassinato da ex-vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco (PSOL), à morte de Jesus Cristo.

"Seu objetivo, fazer a cabeça dos alunos para que percam o respeito pelos pais, pela igreja e pela religião que professam. As mães já reclamaram, mas ele tá pouco se lixando. Quer ser o guru dos alunos (pré-adolescentes do 8º ano), transformá-los em réplicas ideológicas de si mesmo", afirma a página do ESP ao denunciar o caso.

"Denunciem esse ato de covardia ao Presidente do Conselho Regional do SESI/SP, Paulo Skaf. Esse militante narcisista tem de ser posto pra fora JÁ!", declara o movimento. Assista o vídeo abaixo:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas