Em crise sem precedente, Globo faz demissão em massa no setor jornalístico, diz site

Os negócios da Rede Globo parecem estar definhando, e a consequência mais direta disso é a demissão de grandes nomes da casa. No setor jornalístico, segundo informações reveladas com exclusividade pelo jornalista Gabriel Perline, a emissora está promovendo uma demissão em massa de colaboradores, usando para isso o método “conta-gotas”.

“A coluna apurou que a demissão em massa ocorre em esquema de conta-gotas, ou seja, a cada dia um pequeno grupo é posto no olho da rua sob a justificativa de reestruturação interna”, informou Pernile em sua coluna no portal IG.

“Nesta semana, foram dispensados 20 profissionais só em São Paulo. No pacote estavam jornalistas, produtores, cinegrafistas, operadores de áudio e outros funcionários da equipe técnica. Na semana anterior, também houve cortes”, destacou o colunista.

Não é só no setor jornalístico que a Globo parece estar enfrentando dificuldades, mas em seu elenco inteiro. Um dos nomes de peso que também foi alvo de demissão recente, e o da apresentadora e atriz Cissa Guimarães, que foi demitida após trabalhar por 40 anos na emissora das família Marinho.

“Fui muito feliz nesse casamento de mais de 40 anos. E é isso que vou levar: as boas parcerias, os imensos aprendizados, os momentos felizes, emocionantes e compartilhados, que ficaram para a história – minha, do público e da TV Globo”, disse a atriz em nota, segundo o Terra.

Efeito Bolsonaro?

Não há dados específicos e confiáveis relacionando a atual crise da Globo ao governo do presidente Jair Bolsonaro, mas é impossível deixar de associar uma coisa a outra, tendo em vista a forte rejeição dos apoiadores do chefe do Executivo à emissora.

O próprio Bolsonaro, sendo uma figura de grande influência sobre milhões de apoiadores, vem criticando a Globo desde o início do seu mandato, em 2019, especialmente no tocante ao jornalismo produzido em programas com o Jornal Nacional.

O surgimento e fortalecimento de mídias alternativas sem dúvida é outro fator agravante na crise das grandes emissoras, o que inclui a Globo. Além da rede CNN Brasil, estreou agora na TV aberta e fechada a TV Jovem Pan News, que já conta com grande apoio popular.

Esse conjunto de fatos, portanto, parece estar contribuindo para a diminuição da audiência dos veículos tradicionais, os quais estão tentando se reinventar para conseguir manter cativo o público. Um desafio e tanto que parece estar sendo perdido.