VÍDEO: desesperado por não poder trabalhar, pipoqueiro ameaça suicídio em Prefeitura

Em várias partes do Brasil, decretos municipais e estaduais que proíbem ou restringem atividades comerciais, supostamente para conter o avanço do coronavírus, tem produzido efeitos colaterais catastróficos, o que inclui ameaça de suicídio de alguns trabalhadores.

Em Rio das Ostras, por exemplo, um pipoqueiro entrou em desespero por não poder trabalhar e foi a frente da Prefeitura local para ameaçar cometer suicídio. Uma gravação do incidente mostra o cidadão a todo momento segurando uma faca no seu pescoço.

Segundo o deputado federal Carlos Jordy, que compartilhou a gravação, “o Prefeito se elegeu com a bandeira do Presidente e se aliou ao PT. Quem defende lockdown não conhece a realidade do cidadão que não consegue levar comida pra casa”.

O ato desesperado do trabalhador reuniu várias pessoas no local, incluindo agentes de segurança pública e da Secretaria de Saúde local, os quais negociaram com o cidadão a sua desistência do suicídio. Só após algumas horas o homem resolveu ceder, sendo levado para uma unidade de saúde. Assista: