O prefeito de São Bernardo dos Campos (SP), Orlando Morando, é mais uma figura pública que foi beneficiada pelo uso da hidroxicloroquina no tratamento do novo coronavírus.

Após ser internado por causa da doença e fazer uso do medicamento, ele recebeu alta hospitalar na tarde da última segunda-feira (06).

“Comecei a tomar cloroquina na terça-feira (31) e ela claramente colaborou na recuperação. Os médicos avaliaram que o efeito do medicamento foi bastante positivo”, disse o governador em uma entrevista para a revista Veja.

A esposa do governador, Carla Morando, e os filhos, também testaram positivo para o coronavírus, mas todos estão bem e isolados em sua própria residência.

Na terça-feira, 07, foi noticiado que a Secretária de Saúde do Rio de Janeiro também foi curada do Covid-19 após tomar a medicação. “O tempo todo anotei o que me fazia sentir melhor pensando em usar na rotina do Hospital de Acari, nossa unidade dedicada à Covid”, contou a secretária Beatriz Busch.

“Usaram em mim todos os recursos sobre os quais havia lido em artigos recentes, inclusive a hidroxicloroquina”, disse ela. O uso ou não do remédio tem sido alvo de grande debate público e muitos questionam o motivo de não estar sendo empregado desde o início do tratamento dos pacientes.