Mendonça Filho, ex-ministro da Educação, testou positivo para Covid-19, segundo informação divulgada por ele em seu Twitter na noite da última quarta-feira, comunicando que fez o exame de confirmação após sentir sintomas leves da doença.

Os medicamentos azitromicina e ivermectina estão sendo usados no tratamento de Mendonça, segundo O Antagonista. Ambos os remédios, um antiparasitário e o outro um antibiótico, também carecem de mais estudos para comprovação da sua eficácia, a exemplo da cloroquina.

O fato que chama atenção, no entanto, é que tais medicamentos parecem demonstrar eficácia, tanto que a prefeitura de Boa Vista, por exemplo, comprou recentemente 700 mil comprimidos de Ivermectina e Azitromicina para tratar a Covid-19, segundo o G1.

Entretanto, os medicamentos só devem ser utilizados sob orientação médica e nunca como automedicação. Mas, a moral da história é: na hora do aperto, quem vai dar ouvidos aos propagadores do “não tem eficácia”, né mesmo?