O presidente Donald Trump confirmou na segunda-feira (18), na Casa Branca, que está tomando hidroxicloroquina e zinco como preventivos contra o coronavírus. “Eu estou tomando Hidroxicloroquina. Agora, sim”, disse ele.

Trump disse que toma o remédio há cerca de uma semana e meia. “Estou tomando os dois, o zinco e o hidroxi, e tudo o que posso dizer é que, até agora, pareço estar bem”, disse Trump.

Ele disse que um médico e muitos outros lhe enviaram cartas animadoras sobre a eficácia do medicamento. “Ouvi muitas histórias boas e, se não forem boas, direi a você”, disse ele. “Eu não vou me machucar por isso.”

O presidente falou aos repórteres sobre a droga na segunda-feira à tarde em uma mesa redonda da Casa Branca, junto a donos de restaurantes. “Eu ainda estou aqui”, disse ele, dizendo que tinha “zero sintomas” da droga ou do vírus.

O presidente disse que consultou o médico da Casa Branca antes de tomar os medicamentos, e o mesmo teria dito que seria bom tomá-los, se ele quisesse. Segundo o presidente, a sua iniciativa teve como objetivo principal servir de exemplo para os americanos.

“Quero que as pessoas desta nação se sintam bem, não quero que elas fiquem doentes e há uma chance muito boa de que isso tenha um impacto, especialmente no início”, disse Trump.

Os meios de comunicação corporativos e muitos especialistas em saúde pública criticam o presidente há semanas por falar sobre o medicamento como uma cura para o vírus. Mas o presidente está otimista sobre os seus efeitos.

Ele disse que até médicos e enfermeiros estavam tomando hidroxicloroquina como medida preventiva. “O que você tem a perder?”, perguntou Trump aos repórteres.