CPI da Covid é “uma armação declarada” contra Bolsonaro, alerta líder do Avante

A CPI da Covid está dando o que falar nesta terça-feira (27), e não por acaso, visto que os nomes envolvidos na Comissão não parecem nada isentos o suficiente para compor uma entidade que tem por objetivo julgar possíveis irresponsabilidades do governo federal diante da pandemia do coronavírus.

A presidente do Avante no Paraná, psicóloga Marisa Lobo, usou a sua rede social para denunciar o que parece uma sentença premeditada por parte da oposição contra o presidente Jair Bolsonaro.

“CPI do Covid, o Relator já condenou o presidente @jairbolsonaro no primeiro discurso. Não há imparcialidade, é uma armação vergonhosamente declarada baseada em mentiras. O RELATOR JÁ DEU SEU PARECER, SEM JULGAMENTO”, escreveu Marisa Lobo em sua rede social.

A psicóloga, tida como a “Dama de Ferro” como apoiadora do governo em 2020, protestou contra um discurso feito por Randolfe Rodrigues, eleito vice-líder da Comissão, apontando que o mesmo já se manifestou de forma condenatória em seu primeiro discurso no cargo.