Oposição gasta R$ 100 milhões com publicidade contrária à reforma, diz Paulo Guedes

Paulo Guedes sobre reforma da previdência

O ministro da Economia, Paulo Guedes, falou durante a comissão especial que discutiu a reforma da Previdência realizada nesta terça-feira (8), que a oposição tem se preocupado tanto em barrar as decisões do governo que tem gasto fortunas com publicidade, portanto, agindo de forma incoerente ao que prega sobre contenção de despesas.

O ministro defendeu de forma contundente o sistema de capitalização (poupança individual), focando na capacidade das populações de baixa-renda conseguirem economizar e investir no futuro.


“Queremos garantir que os pobres tenham sua poupança também e apliquem nos juros de mercado. Estamos fazendo isso com esse espírito”, disse ele, segundo a Agência Braisl. Guedes também rechaçou a ideia de que aumentar o liberalismo econômico, flexibilizando a contratação empresarial, colocaria em risco nos trabalhadores já empregados.

“Nenhum empresário vai trocar um empregado experiente por um jovem sem experiência nenhuma. O que estou fazendo é dar a oportunidade a esse jovem que hoje deixa de ter um emprego formal [com carteira assinada] por causa dos encargos trabalhistas”, disse o ministro.


Por fim, o ministro criticou comerciais de entidades de servidores públicos com críticas à reforma. Segundo ele, os opositores gastaram cerca de R$ 100 milhões com publicidade contrária à reforma. “Os corporativistas estão gastando três vezes mais do que o governo com publicidade”, concluiu.

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo.