Janaína Paschoal cria projeto de lei para mulheres terem aulas semanais de luta

Janaína Paschoal cria projeto de lei para mulheres terem aulas semanais de luta

A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) protocolou na última segunda-feira (13) um projeto de lei que visa oferecer maior autonomia às mulheres no combate à violência doméstica, sendo uma alternativa ao uso de armas de fogo, segundo ela.

A ideia, aparentemente, é inserir nas aulas de educação física das escolas aulas de artes-marciais voltadas para mulheres, especificamente, pelo menos uma vez na semana. Assim, desde crianças e adolescentes meninas já cresceriam sabendo se defender em casos de agressão.



"Falando em violência contra as mulheres, ontem, protocolizei um projeto de lei prevendo que 'uma das aulas semanais de educação física será destinada ao ensino de alguma modalidade de luta às alunas'", escreveu Janaína em suas redes sociais.

"Estou convencida de que as mulheres precisam aprender a se defender, sendo certo que os crimes de que são vítimas, em regra, ocorrem entre quatro paredes, em situações de intimidade. Nesses contextos, a luta é bem mais efetiva que a arma", explicou.



Janaína Paschoal citou como exemplo o caso de uma aluna, atacada na escola de Suzano, durante o massacre que vitimou oito pessoas entre alunos e funcionários. Na ocasião, Rhyllary soube se defender, não se deixando dominar pelo assassino. Ela é praticante de jiu-jitsu.

"O exemplo da aluna Rhyllary dos Santos, na escola de Suzano, é prova disso. Lutadora de Jiu Jitsu, ela não só se salvou, como salvou os colegas. Chega de mulher vitimizada! Chega de mulher carente de tutela estatal! Queremos mulheres protagonistas", conclui a deputada.

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo.