"Os heróis da alfabetização estão lá na ponta, nas cidades", diz ministro da Educação


Ao falar sobre os desafios do MEC durante uma sabatina com parlamentares na Comissão de Educação do Senado nesta terça (7), Weintraub enfatizou que a educação básica será a prioridade da pasta. “A gente aqui no Brasil quis pular etapas, colocou dinheiro demais no teto e esqueceu a base”, disse ele.

As diretrizes apontadas no âmbito do Plano Nacional de Educação (PNE) incluem alfabetização, investimentos no ensino médio e valorização do ensino técnico. O objetivo do governo é reestruturar a base educacional para colher no futuro, visto que o ensino superior no país, atualmente, não está trazendo o retorno esperado do ponto de vista econômico.


Weintraub defendeu ainda que o governo descentralize as tomadas de decisão da área. “Os heróis da alfabetização estão lá na ponta, nas cidades”, disse ao ressaltar que os alfabetizadores precisam voltar a ser respeitados.

A nova lógica de investimentos na educação tem sido criticada pela oposição, que enxerga nisso uma forma de corte financeiro e falta de interesse nos cursos de formação superior, supostamente, por formarem pessoas "críticas".


Para Weintraub, no entanto, não se trata de corte de verbas, mas de contingenciamento, visando o redirecionamento do dinheiro para setores mais promissores a médio e longo prazo, neste caso, o ensino básico. Com informações da EBC.

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo.