Maduro diz que Bolsonaro estava "pensando em invadir militarmente a Venezuela"

Nicolás Maduro faz jogo de marketing para acusar o Brasil de planejar intervenção militar. Reprodução: Google

"Há poucos dias, o senhor Bolsonaro (...) disse que estava pensando em invadir militarmente a Venezuela (...). O povo da Venezuela rejeita unido e de maneira absoluta as ameaças de guerra e de invasão militar de Jair Bolsonaro", declarou o líder chavista, segundo informações da agência EFE.

A declaração do ditador venezuelano, no entanto, é muito mais uma narrativa de marketing para fins de vitimismo diplomático do que algo fundamentado na realidade. O governo brasileiro já declarou que não é a sua intenção realizar intervenções militares no país vizinho.



Em uma TV venezuelana, no entanto, Maduro continuou insinuando que o presidente brasileiro planeja um ataque ao seu regime, fazendo um apelo aos militares.

"Faço um chamado às forças militares do Brasil a deter a loucura de Jair Bolsonaro e sua ameaça de guerra contra a Venezuela", disse ele, segundo o Correio do Povo.

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo.