Filmar professores não é para “criar um clima de caça às bruxas”, diz ministro da Educação

Filmar professores não é para “criar um clima de caça às bruxas”, diz ministro da Educação

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, comentou sobre o compartilhamento feito nas redes sociais neste domingo, 28, pelo presidente Jair Bolsonaro e por seu filho, Carlos, de um vídeo onde uma aluna aparece gravando à aula de uma professora e cobrando dela o ensino da disciplina.

Na gravação, a professora aparece fazendo críticas ao escritor Olavo de Carvalho e à perspectivas políticas do governo. Segundo a aluna, a docente passou "25 minutos" discursando sobre política. "Estou aqui para aprender gramática", disse a estudante, dizendo que não estava pagando o cursinho para ouvir discursos políticos.


O vídeo ganhou grande repercussão e jogou mais lenha no debate público acerca do ativismo político de professores dentro da sala de aula, algo combatido pelo movimento Escola Sem Partido. Para Weintraub, diferente do que alguns críticos alegam, gravar aulas é um direito do aluno.

“Não incentivo ninguém a filmar uma conversa na rua, mas as pessoas têm o direito de filmar. Isso é liberdade individual de cada um. Vou olhar os casos com calma. Não faremos nada de supetão”, disse ele ao Estadão.



Segundo ele, o objetivo com tais gravações não é “criar um clima de caça às bruxas” e os professores devem ficar tranquilos, pois “o direito de todos será preservado”. Basicamente, a tecnologia está sendo utilizada por estudantes insatisfeitos com o ensino atual em muitas escolas, como forma de denunciar os professores que deixam de repassar os conteúdos esperados.

“Pelo que me foi descrito, o dinheiro do contribuinte não estava sendo gasto da melhor forma. Se eu tivesse pagando por uma aula dessas, eu me sentiria lesado. Agora, vamos olhar com calma e analisar dentro da lei o que pode ser feito, respeitando professores, alunos e pagadores de impostos”, concluiu o ministro.

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo.