Bolsonaro tira sarro de jornalista que tentou lhe ofender por criticar o Datafolha

A imagem mostra a resposta de Jair Bolsonaro à ofensa de jornalista. Reprodução: Opinião Crítica
O presidente Jair Messias Bolsonaro comentou uma pesquisa feita pelo Instituto Datafolha, divulgada no último domingo (7), com 2.086 pessoas com mais de 16 anos, em 130 municípios, nos dias 2 e 3 abril.

Segundo a pesquisa, a aprovação do governo Bolsonaro estaria em queda, com 32% de aprovação apenas, enquanto 30% o desaprovariam. O Instituto, no entanto, já é conhecido por sua aparente militância político-partidária.


"Datafolha? Não vou perder tempo para comentar pesquisa Datafolha que disse que eu ia perder para todo mundo no segundo turno", comentou Bolsonaro ao entrar no Palácio da Alvorada neste domingo, segundo o G1.

Já no Twitter, Bolsonaro não só ironizou o Instituto Datafolha, como respondeu a um jornalista do Estadão que lhe dirigiu ofensas pela reação contra a pesquisa.



Em sua conta pessoal no Twitter, o jornalista Dener Giovanini se apresenta como um "ambientalista e documentarista cinematográfico. Responsável pelo Blog Reflexões Ambientais do Estadão".

Giovanini dirigiu uma ofensa direta ao presidente, dizendo que Bolsonaro seria uma "placenta" e não um ser humano. "Sua mãe jogou o bebê fora e criou a placenta! Você é um ser desprezível.", escreveu ele em resposta à crítica do presidente à pesquisa feita pelo Datafolha.


Bolsonaro não deixou passar barato e tirou sarro do jornalista com uma resposta bastante irônica. "kkkkkkkk... mais amor, jornalista do Estadão!", escreveu o presidente.

A forma como o jornalista se dirigiu ao presidente da República, simplesmente por criticar uma pesquisa que discorda é, sem dúvida, imoral. Não basta ao sujeito discordar da visão política do atual presidente, ele vai além disso e tenta lhe ofender no âmbito pessoal, citando até a figura da sua mãe.


Esse tipo de ativismo rasteiro e ignorante partindo de "jornalistas" de grandes veículos contra Jair Bolsonaro só tem favorecido o atual presidente e revelado o quanto a grande mídia está empenhada em militar contra o governo.

Com já explicado em outra matéria, felizmente, a imprensa não detém mais o monopólio da comunicação, de modo que esse tipo de situação é revelado por mídias alternativas, como o Opinião Crítica e tantos outros canais que ganham força na internet. E assim será.

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo.