"Temos muito em comum com esse filme", diz Michelle Bolsonaro após cinema com marido

Jair Bolsonaro e sua esposa, Michelle Bolsonaro, assistiram o filme "Superação: o milagre da fé". Foto/reprodução: Google

A primeira-dama Michelle Bolsonaro rasgou elogios ao filme “Superação: o milagre da fé”, que vai estrear no Brasil no próximo dia 11 de abril. Ela e seu esposo, o presidente Jair Bolsonaro, estiveram na pré-estreia da produção nesta terça-feira (26), acompanhados da ministra Damares Alves em um shopping de Brasília.



"Gente, obrigada. Foi um prazer estar aqui nesta manhã com todos vocês. E nós temos muito em comum com esse filme pelo momento difícil que o Jair passou", disse Michelle após o fim da sessão, lembrando da tentativa de assassinato sofrida por seu marido, em setembro do ano passado.

Entenda:

O filme "Superação: o milagre da fé" conda a história real de John Smith, um menino de 14 anos que se afogou em um lago congelado no Missouri (EUA) em 2015. Chegando ao hospital, John foi considerado morto por mais de 60 minutos, até que a sua mãe, Joyce Smith, orou pela sobrevivência dele.



O final da história é surpreendente e figura entre um dos casos mais incompreendidos pela medicina moderna, chegando a ser classificado por muitos como um verdadeiro "milagre dos dias atuais". O trailer do filme (abaixo) já foi compartilhado milhares de vezes e a expectativa é que o drama alcance o topo das bilheterias no segmento.



"Creio que todos aqui, como no filme, oraram pela recuperação dele. Fico muito emocionada em saber que o deus que fez milagres no passado continua fazendo hoje. O deus que fez o milagre em 2015, fez o milagre em 2018", disse Michelle, que discursou em libras após o filme, segundo o Estadão.



A primeira-dama associou a história do filme também ao sentimento do brasileiro na campanha eleitoral do ano passado, dizendo que foi um "milagre" o que aconteceu, tanto pela sobrevivência de Bolsonaro ao atentato, quanto por sua vitória.

"Senhor colocou paz no nosso coração. O que era para ser a morte, foi para o milagre. Resgatou o patriotismo, resgatou uma nação, despertou uma igreja que orou pela recuperação dele", disse ela. "Eu tenho que agradecer ao Senhor, porque assim como John, meu marido não tem nenhuma sequela. Louvado e engrandecido seja o nome do Senhor!”.

Veja o trailer do filme abaixo:



COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo.