“A violência contra a mulher é uma marca que essa nação tem que superar”, diz ministra

Damares Alves sobre violência contra a mulher

Na véspera do Dia Internacional da Mulher, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, concedeu uma entrevista à Empresa Brasil de Comunicação (EBC), onde comentou algumas iniciativas do governo atual nos primeiros 100 dias de gestão.

Uma delas diz respeito à ampliação do combate à violência contra a mulher, concentrando seu discurso no aperfeiçoamento das leis já existentes e o reforço da rede de proteção atual.


Ela destacou que não adianta ter uma lei “extraordinária” como a Lei Maria da Penha se não houver delegacia da mulher e os agentes de proteção não estiverem preparados.

“Precisamos rever no Brasil essa rede de proteção e fortalecer essa rede de proteção. Onde estamos errando? Temos uma boa legislação, temos um Brasil que quer superar isso. Onde está o problema? Vamos encontrar isso juntos. Estamos vindo com um olhar muito especial às ações protetivas da mulher”, destacou.


Outra proposta é contar com o auxílio das redes sociais como canal de denúncia, algo que já tem se tornado comum atualmente, mesmo sem regulamentação ou parcerias formais entre essas plataformas e o governo. Assim, o Ligue 180 será apenas um entre vários meios possíveis de denunciar a violência contra a mulher.

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo.