"Sim, o kit gay existe até hoje" - Psicóloga rebate críticas e diz que Bolsonaro está certo


"Estamos vivendo uma desconstrução da identidade humana, especificamente desde 2008", argumentou a psicóloga Marisa Lobo em uma publicação onde explica a existência do chamado "kit gay", material amplamente divulgado pela mídia e especialmente combatido pelo candidato à Presidência da República, Jair Messias Bolsonaro.

Marisa Lobo apresentou várias reportagens sobre o kit gay, desde 2008, destacando a posição dos políticos sobre o material que na época era chamado de "kit anti-homofobia".



"Hoje nos temos mais de 1.500 projetos de lei que tentam amordaçar quem pensa diferente", disse a psicóloga, explicando que a proposta de combater a "homofobia" nas escolas estava inserida também no PL122, conhecido como "lei anti-homofobia".

O material não apenas promovia a ideologia de gênero nas escolas, como previa a punição dos que se posicionassem contra seus princípios. Marisa destacou que o kit cita a "desconstrução da heteronormatividade" como objetivo, conceito esse que tem sido bastante difundido pelos movimentos LGBTs em todo o mundo.

"O Bolsonaro é a pessoa que mais militou contra o kit gay"


Marisa Lobo lembrou ainda que Jair Bolsonaro foi o parlamentar que mais se posicionou contra a distribuição do "kit anti-homofobia" (kit gay) nas escolas, e que o tema ficou bastante conhecido após o então deputado ler na tribuna no Congresso uma carta escrita pela própria psicóloga, denunciando a existência do material.



"Eu mesma já tive seis processos para não falar sobre ideologia de gênero", disse Marisa, lembrando como precisou lutar na justiça contra ativistas infiltrados no Conselho Regional de Psicologia do Paraná que tentaram cassar o seu registro profissional. Caso os projetos de lei "anti-homofobia" fossem aprovados, a situação seria muito pior.

Finalmente, a psicóloga expôs o conteúdo do kit gay, comprovando sua relação com o Ministério da Educação, na época gerido pelo então Ministro da Educação, Fernando Haddad, motivo pelo qual lhe rendeu o apelido de ser "o pai do kit gay". Assista abaixo o vídeo completo:




COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.