Governo da Itália parabeniza Bolsonaro e pede extradição do comunista Cesare Battisti


O vice-presidente do Governo da Itália e ministro de Interior, Matteo Salvini, aplaudiu nesta segunda-feira a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) como presidente do Brasil e afirmou que também neste país "os cidadãos mandaram a esquerda para casa".

"Bom trabalho ao presidente Bolsonaro, a amizade entre nossos povos e nossos Governos será ainda mais forte. E depois de anos de palavras e mais palavras pedirei que nos devolvam à Itália o terrorista vermelho (Cesare) Battisti", escreveu Salvini na sua conta do Twitter.



Bolsonaro antecipou que, caso vencesse as eleições, extraditaria "imediatamente" Battisti, o que tinha sido vetado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no último dia do seu mandato em 2010.

O italiano vive no Brasil e é condenado à prisão perpétua no seu país por quatro assassinatos cometidos há cerca de 40 anos, quando integrava o grupo Proletário Armado pelo Comunismo (PAC).

Comentário:

A vitória de Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais é a instalação de um clima de pânico nos planos da esquerda na América Latina, que antes almejava a dominação econômica e cultural do continente, obviamente, contando com os recursos do país mais rico da região, o Brasil. No entanto, a influência administrativa do Governo Bolsonaro já é maior do que se pensa, e ela pode ser vista na promessa de extradição de Cesare Battisti.


Até mesmo Nicolás Maduro, ditador venezuelano, já sinalizou interesse na abertura do diálogo com o Brasil. Isso, porque, ele sabe da oposição ferrenha de Bolsonaro ao regime socialista do seu país, o que poderá aprofundar ainda mais sua crise, caso o Brasil decida estabelecer sanções econômicas, isolando de uma vez por todas o regime de Maduro.

Fonte: EFE
Comentário: Will R. Filho

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.