Grávida ignora médicos e mesmo com câncer agressivo desiste de aborto para ter sua filha


A história de Marta Maria Leonardo Mota poderia estar sendo contada em algum grande veículo da imprensa. Talvez, nos principais noticiários da TV, mas é aqui no Opinião Crítica e em outras mídias alternativas que você conhecerá a história dessa guerreira que decidiu ignorar a recomendação de aborto para trazer ao mundo uma linda menina.

A história de Marta, quem diria, foi relatada por Sara Winter, que no passado foi uma das principais ativistas feministas pró-aborto do Brasil, integrante do grupo "Femen", mas que após mudanças significativas em sua vida, como a gestação do seu próprio filho, mudou completamente de visão e agora luta em favor da vida.

Sara disse estar bastante emocionada com a história de Marta, ao testemunhar que ela "precisou tomar uma difícil decisão", no momento em que descobriu ter um câncer do tipo sarcoma quando já estava com 6 meses de gravidez.

Ela contou que Marta já havia feito uma cirurgia para retirada do câncer em seu intestino um ano atrás e que pensava estar livre, mas que a doença havia retornado, dessa vez ainda mais agressiva.

Na contramão dos médicos


Grávida de 6 meses, Marta não teve apenas o diagnóstico do câncer, mas também a ordem médica de abortar sua filha para que iniciasse imediatamente o seu tratamento. Segundo os especialistas, se ela continuasse com a gestação morreria antes do parto.

"Contrariando as ordens de uma equipe de médicos, isso mesmo, médicos, que ordenou que a mesma fizesse um aborto para que pudesse tratar a doença e não viesse a morrer, o que, segundo eles, aconteceria antes mesmo do parto, de maneira que ela nem chegaria a conhecer sua filha, negligenciou essa 'profecia médica', levou até o fim sua gestação e teve essa linda criança da foto."., explica Winter.

"Marta pois sua própria vida em segundo plano, e, demonstrando altruísmo e um inabalável amor de mãe, essa serva do DEUS VIVO, deu a luz a um milagre chamado Receba.", acrescenta.

Batalha contra o câncer


Com sua filha já nos braços, Marta agora luta contra um câncer agressivo que se espalhou para outras partes do seu corpo, precisando da ajuda do seu marido e do apoio de todos que torcem por sua vida e sua família.

"Depois do parto, começou a luta de Marta contra o relógio, o câncer havia atingido três pontos: os seios, uma região pouco abaixo deles e a testa. A equipe médica que a assiste interveio com a realização de três cirurgias para realização da extração dos referidos tumores, as quais foram bem sucedidas.

Todavia, o quadro se agravou ainda mais, pois o câncer reapareceu e acometeu mais três órgãos: o Pulmão, os rins e o femo [sic], esse último local, de forma mais grave.

Para piorar, os médicos afirmaram que, dada a localização de cada um deles, esses novos tumores eram inoperáveis. Marta passa agora pelo processo de quimioterapia.", relata Winter.

Sara Winter explica que Marta e o esposo "estão atravessando dificuldades financeiras, pois Marta, devido a doença, não está em condições de trabalhar, e seu querido esposo está tendo de cumprir com todas as obrigações da casa e cuidar da criança, logo teve que deixar seu trabalho".

Winter explica que Marta em momento algum demonstrou arrependimento por sua decisão. Pelo contrário! Que a sua fé se fortaleceu ainda mais na esperança da vida e que agora inspira outras histórias. Em todo caso, a família de origem humilde passa por grandes dificuldades e está dependendo da ajuda de terceiros.

"[Eles] têm uma vida simples, consomem uma alimentação básica, moram de aluguel, pagam conta de água, luz, telefone, além dos gastos com transporte para o hospital em que ela faz o tratamento e, é claro o custo com o bebê", explica.

Por fim, Winter pede orações pela vida de Marta e também o apoio financeiro dos que puderem contribuir para o sustendo de Marta, seu esposo e sua filha durante o período de quimioterapia.

Segue abaixo os dados de Marta:

POUPANÇA (OP:013) - AG:0680-7 - REALENGO - CONTA:12.206-8 - CPF:624.242.113-53 -TITULAR: MARTA MARIA LEONARDO MOTA

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.