Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos se manifesta contra o CFP em decisão sobre aborto


Após duas audiências públicas realizadas no Supremo Tribunal Federal, onde o Conselho Federal de Psicologia (CFP) usurpou a fala de mais de 300 mil psicólogos do país para se posicionar favorável ao aborto, o Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos (CPPC), uma das mais respeitadas associações profissionais do Brasil, emitiu uma nota em favor da vida, contrariando a posição da autarquia.

Conforme denunciamos em outra matéria, o Conselho Federal de Psicologia resolveu se posicionar em defesa do aborto, alegando para isso que essa é uma posição fruto dos Congressos Nacionais já realizados pela categoria e diretrizes tomadas através dessa.


A verdade, no entanto, é que o órgão não possui a competência para tal manifestação, visto que discussões em Congressos Nacionais e algumas diretrizes, além de não encontrarem apoio em toda a categoria, por uma questão lógica, já que não é possível traduzir a perspectiva de todos os profissionais em eventos pontuais, não torna o CFP uma autarquia capaz para tal posicionamento, uma vez que a posição em referência ao aborto não normatiza o exercício profissional da psicologia.

Uma vez que o CFP tem como finalidade constitucional a fiscalização e normatização do exercício profissional, qualquer posição que vá além disso constitui um desvio de finalidade, especialmente no tocante à prática do aborto, que não faz parte das atribuições dos psicólogos.

Observem, contudo, que nos referimos ao posicionamento da - autarquia - e não de psicólogos. Profissionais independentes podem falar em seus próprios nomes e defender suas perspectivas, mas não o Conselho Federal de Psicologia.


Assim, diversos profissionais se indignaram com tal postura e também algumas organizações, como o Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos (CPPC), associação que existe desde 1976 e que ao longo da sua história reuniu em seus quadros profissionais de renome, reconhecidos dentro e fora do Brasil. Uma breve consulta ao seu histórico dará ao leitor uma noção mais precisa da relevância dessa entidade.

A nota emitida pelo CPPC é tímida e apesar de deixar evidente a defesa da vida "desde a concepção", em nenhum momento ressaltou a posição da associação objetivamente, deixando tal compreensão implícita no texto e a critério da interpretação do leitor, o que é lamentável.

Sabemos que no decorrer dos anos o CPPC entrou em várias batalhas com o CFP, inclusive judiciais, mas diante do contexto atual de inúmeros desrespeitos praticados pela autarquia contra os psicólogos, em especial no tocante ao posicionamento favorável ao aborto, esperávamos uma nota do CPPC muito mais taxativa, denunciadora e objetiva em defesa da vida.

Mesmo assim, o simples fato de publicar uma nota contrariando a posição do Conselho Federal de Psicologia deixa evidente o conflito que existe hoje na psicologia brasileira, algo ruim para a sociedade e consequentemente para o exercício profissional dos psicólogos, que dependem do prestígio dessa para atuar de forma mais digna.

Segue abaixo a nota na íntegra:

"Em meio a uma sociedade dividida e polarizada, diante de radicalizações políticas, ideológicas e religiosas, das duas últimas audiências públicas pelo Supremo Tribunal Federal na sexta-feira e nesta segunda-feira, sobre a PL de legalização do aborto.

MANIFESTAMOS nossa posição em defesa da dignidade de todas as pessoas, da autonomia possível a cada indivíduo, da liberdade responsável e do direito à vida, mesmo que pequena, a saber:

Das mulheres mães, dos homens pais, sejam grávidos desejantes ou não; dos nascituros, desde a concepção; das crianças e adolescentes; dos jovens e adultos; dos idosos e senescentes.
Como profissionais do campo psi, chamamos a atenção para a Teoria e Terapia Primal, de Arthur Janov que se atém às emoções e comportamentos da vida intrauterina.

Como cristãos, lembramos o convite que o Senhor Jesus Cristo faz a todos, indistintamente: "Vinde a mim todos vocês que estão cansados e sobrecarregados, e Eu os aliviarei ". Mateus 11:28
CPPC - Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos."

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.