Odiada por feministas, Priscila Costa é candidata a deputada federal pelo Ceará


A vereadora de Fortaleza, no Ceará, Priscila Costa, ganhou notoriedade por suas posições contundentes contra a agenda de esquerda em seu estado, falando contra a legalização do aborto, descriminalização das drogas e ideologia de gênero, o que lhe rendeu vários confrontos com ativistas do movimento feminista e LGBT.

Natural do Ceará e formada em jornalismo, além de vereadora Priscila Costa é presidente do Movimento Força Jovem na cidade, iniciativa ligada à Assembleia de Deus, da qual é membro e atua com “fé e consciência para juventude cristã do estado”.


Segundo Priscila, sua intenção ao se candidatar como deputada federal é ir para o Congresso lugar contra a “degradação de valores às nossas escolas, nossas crianças e nossas famílias”, o que já lhe rendeu a apresentação de ser conhecida como uma "transgressora da agenda feminista".

"É dentro de nós que está toda força para entrar na guerra contra as ideologias do atraso, a política do crime, a pedagogia da erotização infantil, a cultura do aborto e toda degradação socialista que, através de suas estruturas corruptas de poder, subjulgou nossas escolas, nossas famílias e nossas crianças", escreveu ela em sua página no Facebook.

"Sei bem que o sistema inimigo é covarde e poderoso, e tudo que eu tenho são as pessoas que acreditam em mim!", completa a vereadora.

Priscila faz parte de uma nova geração de políticos e personalidades que vêm tentando renovar o poder público através do que a maioria da população brasileira defende, sendo o conservadorismo e a ênfase nos valores familiares o ponto forte desse grupo.


Acompanhando um pouco da trajetória e posicionamentos de Priscila Costa é possível perceber que a mesma possui uma definição clara acerca do que defende, o que é bom para o eleitorado, cansado de depositar sua confiança em pessoas ambíguas. Assim, é possível escolher e votar conscientemente, sem ter grandes surpresas no futuro.

Cientes do avanço e efeitos colaterais do excesso de relativismo moral que aplacou a sociedade nas últimas duas décadas, somados à onda de corrupção que mergulhou o Brasil na maior crise econômica da sua história recente, enxergamos figuras como Priscila Costa com esperança. Resta saber se o povo cearense saberá aproveitar essa oportunidade.

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.