INÉDITO: Brasil terá seu "1º Congresso Antifeminista" com entrada gratuita e certificado


Pela primeira vez na história o Brasil terá o seu "1º Congresso Antifeminista", como iniciativa de Sara Winter, uma ex-feminista que atualmente é uma das principais vozes no país no combate ao avanço do marxismo cultural.

Em sua página pessoal no Facebook, Sara Winter apresentou o lançamento do Congresso dizendo que o objetivo é "reunir os maiores especialistas brasileiros no assunto, a fim de fomentar o debate sobre os malefícios do Movimento Feminista ao progresso de uma sociedade livre e segura para as mulheres do nosso país".


Sara Winter tem bastante propriedade para falar do assunto. Ela foi integrante do grupo feminista internacional "Femen", do qual foi responsável por sua fundação no Brasil. Por anos ela militou em prol das pautas feministas, participando de protestos e adotando boa parte dos trejeitos típicos do movimento.

Todavia, Winter mudou completamente de visão ao perceber que o feminismo, na verdade, é incoerente e possui aspectos ideológicos alienantes que em muitos casos contraria os interesses das próprias mulheres.

Como reação, ela resolveu alertar outras mulheres escrevendo o livro "Vadia, Não! Sete Vezes que Fui Traída pelo Feminismo", o qual lhe rendeu repercussão nacional e também muita perseguição ideológica promovida pelos apoiadores do feminismo.

Combater o aborto é uma das propostas


Ainda em seu anúncio do 1º Congresso Antifeminista do Brasil, que será realizado em 4 de agosto no Rio de Janeiro, na Avenida Rio Branco, 257, no espaço do Auditório Cenib, Sara Winter destacou que um dos objetivos do evento é combater às propostas de descriminalização do aborto.


"Neste ano o Congresso Nacional dará total enfoque à manobra jurídica proposta pelo PSOL ao STF, na tentativa antidemocrática de legalização do aborto: a ADPF 442", escreveu ela, ressaltando também que além da presença de profissionais de diferentes áreas, o evento terá entrada gratuita e fornecerá certificado para os estudantes que desejarem abater carga horária em seus cursos.

"Os palestrantes contribuirão com suas formações nas áreas de História, Direito, Teologia e Relações Internacionais. A entrada é gratuita e serão fornecidos certificados de horas extracurriculares", acrescenta. "Aceitaremos doações de alimentos não perecíveis, roupas, brinquedos, fraldas e leite em pó para a Casa Pró-Vida São Frei Galvão".

Para se inscrever no evento clique aqui. Para mais informações sobre a organização, acesse aqui.

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.