Contra o aborto, vice-Presidente americano diz que vai "restaurar a vida na América"


O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, falou sobre os planos do governo de decretar o fim do aborto legalizado no país nesta terça-feira (13).

“Eu sei, no fundo do meu coração, que esta será a geração que irá restaurar a vida na América”, disse Pence em almoço hospedado pela organização anti-aborto Susan B. Anthony List & Life Institute.


“Se todos nós fizermos tudo o que pudermos, podemos restaurar a santidade da vida ao centro da lei americana”, destacou.

Desde quando era congressista e governador do estado de Indiana, Pence defendeu as políticas anti-aborto. Em seu discurso, ele conta que viu mais progresso no primeiro ano do governo Trump do que em toda a sua trajetória política.

Logo depois que o presidente Donald Trump assumiu o cargo no ano passado, ele assinou uma lei que permite aos estados retirarem o financiamento público da rede de clínicas Planned Parenthood e empresas que pratiquem o aborto.

“Me deixe te advertir enquanto avançamos nesta causa em 2018, para entender que enquanto temos feito grandes progressos, temos muito trabalho a fazer”, disse Pence.


No início do ano, o Senado não conseguiu proibir o aborto após as 20 primeiras semanas de gravidez nos EUA. Embora os republicanos sejam maioria no Senado, a oposição democrata se posicionou de forma praticamente unânime e bloqueou a proposta, que devia ser aprovada por pelo menos três quintos dos legisladores (60 sobre 100).

Ainda assim, o vice-presidente observou que as vitórias futuras dependem “não só daqueles de nós que têm o privilégio de servir na vida pública, mas também de todos vocês”.

Com informações: Guiame

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.