Vídeo: Aluna processa professora univerisária por perseguição religiosa e ideológica

 

A historiadora Ana Caroline Campagnolo denunciou durante uma audiência pública sobre o projeto Escola sem Partido, na Câmara, que foi vítima de constrangimento em sala de aula, por sua professora e alguns alunos, devido seu posicionamento contrário à ideologia feminista. Na ocasião, dela disse que durante seu curso de Mestrado em História, na UFSC, foi prejudicada devido a perseguição religiosa e ideológica da professora.

No vídeo abaixo, Ana Caroline explica em detalhes a ação motiva contra a docente. Veja:



COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.