“A Rede Globo está virando escola de putaria", afirma Deputado e Pastor ex-gay


Natural da Bahia e conhecido como ex-gay, o Deputado, militar e Pastor Sargento Isidório falou sobre como as novelas da Globo promovem "o que não deve" ao ponto de classificar a emissora como uma "organização quase criminosa".


Se a intenção fosse comentar a vida pessoal do Deputado Sargento Isidório, polêmicas não iriam faltar envolvendo o seu nome, especialmente quanto ao título de "Pastor", que no mundo político parece ter virado um jargão quase sem efeito entre o público religioso, visto que não necessariamente corresponde ao verdadeiro ofício pastoral, teologicamente falando.

Entretanto, quando se trata de julgar o mérito da sua opinião ao dizer que "a Rede Globo está virando escola de putaria", parece que muitos de nós tendemos à concordar com o Deputado Isidório, visto que, embora questionável o termo jocoso de "putaria", não há dúvida de que a exploração e promoção de temas relacionados à sexualidade pela emissora é gritante.


A opinião do Deputado Isidório (Avante-BA) ficou registrada numa entrevista ao site RD1, quando se referia ao caso da novela "A Força do Querer", quando uma personagem se afirma "transexual":

“A Rede Globo está virando escola de putaria, de nigrinhagem e de roubo. Está se especializando nisso. Está se especializando em destruir a família. Pense em uma rede de televisão que está agindo como alguém que está emprestada ao inferno para destruir as famílias? É a Rede Globo”, disse o Deputado.

Ele comentou também a série "Sob Pressão", quando foi ao ar uma cena no último dia 29 de uma personagem que ia sendo morta ao fazer sexo. Para o parlamentar, a Rede Globo deveria ter sua concessão pública cancelada:

"Dez horas dá noite já tem homem trepando com mulher. E pior de tudo isso: ainda estava engarguelando. Imagine? Uma tentativa de assassinato no meio do sexo? Não era um estupro… Foi um sexo feito a dois, mas que o cara estava lá engarguelando a mulher. Aí depois ela tenta se defender com uma faca. Então, essa nação está sendo transformada em um cabaré!”, afirmou.

Entre o discurso e a prática - Quem financia as programações da TV?


A opinião do Deputado certamente reflete o pensamento de muitos, mas o que chama atenção, na prática, é como tais pessoas tomam conhecimento das cenas de "putaria" (segundo o parlamentar) que a Rede Globo e, diga-se de passagem, outras emissoras também transmitem. A impressão é de que há certa incoerência entre o discurso de repúdio e a prática que, de fato, financia tais programações.

O grande combustível para a existência e promoção de cenas que grande parte do público rejeita, e critica, é a audiência. É através da - sua - audiência que emissoras como a Rede Globo adquirem recursos financeiros para criar as programações que, talvez, pessoas como você diz repudiar por serem cenas de "putaria".

As propagandas que você assiste durante o intervalo das programações só existem porque há um número de audiência disponível durante determinada programação. Os anunciantes não fariam anúncios naquele horário, entre uma programação e outra, se a emissora não tivesse número de audiência disponível para comprovar a viabilidade do anúncio. Portanto, é VOCÊ o principal patrocinador do que assiste na sua TV.

E finalmente, não adianta vir com o velho discurso de que "minha audiência não faz diferença", pois não se trata aqui de querer falir uma emissora pela falta de telespectadores, pois há público para tudo. A questão é: você faz parte de qual deles? Certamente o tamanho do público determina a qualidade das programações.

Portanto, se trata antes de mais nada de ser coerente consigo mesmo(a), com sua família, seus filhos(as), com sua própria ética e moral, sendo para si e os que estão ao seu redor exemplo de alguém que pratica o que acredita. Já pensou se todos seguirem seu exemplo?

Pense nisso.


Por: Will R. Filho

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima
Anônimo
4 de setembro de 2017 14:56

Talvez o digno pastor , deputado , esteja com dificuldade de manter recalcado a sua homossexualidade , que querendo retornar e reaparecer, ve nisso que chamou de "putaria " da globo uma ameaça , para conseguir velar o seu desejo inconsciente .

Resposta
avatar