ALERTA: A Igreja Católica é um barco "à beira do caos", disse o Papa emérito Bento XVI

Imagem relacionada


A Igreja Católica é um barco "à beira do caos", disse o Papa emérito Bento XVI em uma mensagem pessoal para a missa funerária do seu amigo íntimo, o Cardeal Joachim Meisner, no sábado.


Dado sua incapacidade de viajar, o Papa aposentado, em geral silencioso, entregou a mensagem por escrito, e teve sua leitura em voz alta na Catedral de Colônia pelo seu secretário pessoal, o arcebispo Georg Gänswein, que também atua como Prefeito da Casa Papal para o Papa Francisco.

No texto, Bento XVI disse que o Cardeal Meisner "teve dificuldade em deixar seu cargo, especialmente em um momento em que a Igreja está em necessidade particularmente premente de pastores convincentes que possam resistir à ditadura do espírito da época e que vivem e pensam a fé com determinação".

O que lhe dificultou ainda mais, disse Bento XVI, foi que "neste último período da sua vida, ele aprendeu a se desprender e a viver com a profunda convicção de que o Senhor não abandona a Igreja, mesmo quando o barco já tomou tanta água que está à beira do caos".


Notavelmente, o cardeal Meisner foi um dos quatro cardeais que apresentou uma série de perguntas, ou a "dubia" ao Papa Francisco em setembro passado, lhe pedindo que esclarecesse cinco dúvidas doutrinárias sérias, desde sua exortação apostólica em 2016, Amoris Laetitia (A Alegria do Amor) Sobre a Sagrada Comunhão para os divorciados e casados ​​novamente, a indissolubilidade do casamento e o papel apropriado da consciência.

Os outros três prelados que apresentaram as perguntas ao Papa foram o Cardeal Raymond Burke, patrono da Ordem Soberana Militar de Malta; Carlo Caffarra, arcebispo emérito de Bolonha; e Walter Brandmüller, presidente emérito do Pontifício Comitê de Ciências Históricas.

Quando o Papa Francisco não respondeu à "dubia", os quatro cardeais manifestaram suas perguntas publicamente em novembro passado.

"O Santo Padre decidiu não responder", escreveram. "Interpretamos sua decisão soberana como um convite para continuar a reflexão e a discussão, com calma e com respeito".

Emérito, o Papa Bento XVI completou 90 anos no domingo de Páscoa, após o qual ele deu um raro aniversário no Vaticano, expressando sua ação de graças a Deus pelo dom da vida.

"Meu coração está cheio de gratidão pelos 90 anos que o bom Deus me deu", disse Bento, que se aposentou como papa em 28 de fevereiro de 2013, o primeiro pontífice a fazer isso em 600 anos.

"Também houve provações e momentos difíceis, mas através de tudo, Ele sempre me levou e me atraiu, para que eu pudesse continuar no meu caminho", disse ele.

Comentário:

"Espírito da época", como mencionou Bento XVI, diz respeito ao contexto cultural em que vivemos, onde até a Igreja Católica, conhecida por suas doutrinas e tradições dogmáticas (sacralizadas), está sofrendo com o relativismo radical entre seus líderes.

Não é por acaso que muitos católicos estão insatisfeitos com o Papa Francisco, dado à sua postura "morna", muitas vezes omissa e ambígua sobre temas sensíveis da sociedade que estão influenciando os fiéis no mundo inteiro.


Fonte: Breitbart
Comentário: Will R. Filho

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima