VÍDEO: "Nós somos guerreiros de Deus", disse o militar contra Maduro - "Nossa missão é servir o povo"

Grupo paramilitar contra a ditadura de Maduro afirma que estão à serviço de Deus para proteger o povo


É incrível e infeliz a mudança que ocorreu na Venezuela. O abuso de poder, fome, negligencia, falta de liderança, entre outros, levaram o país a se tornar um inferno para muitos venezuelanos. 


Está instalado na Venezuela um regime autoritário, ditatorial, porém, mascarado com os termos "democracia" e "popular", sempre utilizados por governos ditadores como forma de manter sua dominação psicológica sobre os mais necessitados e também parecer "justo" ao mundo.


Em todos os países onde governos autoritários fizeram/fazem história, em especial devido à ideologia comunista/socialista, não importa o quanto a condição econômica entre em frangalhos e a população sofra, seja perseguida e massacrada, o governo e seus aliados (os que são beneficiados de forma direta e indireta, geralmente com privilégios econômicos ou de influência estatal) se mantém cada vez mais autoritários, diminuindo os poderes rivais e concentrando em si o absolutismo das decisões essenciais para o país. É exatamente isso o que está acontecendo com nossos vizinhos.

Um policial venezuelano fez graves declarações em um vídeo que está circulando nas redes sociais. O que destacamos aqui, no entanto, é como o agente de polícia e seu grupo, também de militares, se apresentaram. Eles disseram: "Nós somos guerreiros de Deus e nossa missão é servir o povo.", citando também Jesus Cristo como uma distinção da Verdade.

Assista ao vídeo abaixo e tire suas próprias conclusões:


Se ainda restava alguma dúvida para o mundo que há uma guerra civil sangrenta instalada na Venezuela contra a ditadura de Maduro, o vídeo do grupo paramilitar com armas em mãos fala por si mesmo.


Por: Will R. Filho

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima