BILLY GRAHAM alerta: "As famílias estão se desintegrando", disse emocionado o maior pregador do século XX


O Pastor Billy Graham advertiu em uma publicação devocional diária que o mundo regrediu para um "tipo de barbárie" com o cristianismo prático declinando e as pessoas esquecendo as palavras de Jesus.


"O mundo, nos últimos anos, regrediu para uma espécie de barbárie. Como o cristianismo prático diminuiu, a grosseria e a violência aumentaram. Vizinhos discutem com os vizinhos. Os conflitos são um grande problema nas nossas escolas (...)", escreveu o evangelista mundialmente famoso em um devocional  publicado em seu site no último sábado.

"Os pais e as mães discutem e brigam. As famílias estão se desintegrando. Os altos funcionários do governo em Washington se envolveram com seus nomes em escândalos e em disputas acaloradas que não estão de acordo com a dignidade dos seus cargos".


Os crescentes conflitos no país chamou atenção do senador republicano Marco Rúbio no início deste ano. Enquanto estava no piso do Senado, ele advertiu  que "nos tornamos uma sociedade incapaz de ter mais debates".

"Não conheço uma civilização na história do mundo que tenha sido capaz de resolver seus problemas quando a metade das pessoas em um país absolutamente odeia a outra metade das pessoas naquele país", disse ele. "E estou apenas informando você, estamos chegando a um ponto nesta república onde não vamos conseguir resolver o problema mais simples".

Na pregação devocional de Graham, que é intitulada "An Angry World" [um mundo raivoso], o evangelista de 98 anos apontou um motivo para a "selvageria" que "penetrou na nossa vida social".

"É porque nos esquecemos das palavras de Jesus: 'felizes os mansos, porque herdarão a terra'", disse ele, referindo-se a uma das bem-aventuranças.

"Eu vi homens resistentes, ásperos e endurecidos abrirem seus corações pela fé, receberem Cristo como Salvador e se tornar cavalheiros gentis, pacientes e misericordiosos".

Terminando o devocional com uma oração, Graham disse: "Preencha-me com sua misericórdia e amor, Senhor. Em um mundo de raiva, deixe-me ser usado para trazer a paz onde há contendas".

Em uma coluna anterior, o evangelista abordou a questão do que é o único pecado imperdoável - isto é, "o pecado de recusar o perdão" .

"Não importa quem somos ou o que fizemos, Deus ainda nos ama, e Ele promete nos perdoar - de forma total e completa - se nos voltarmos a Ele com arrependimento e fé", escreveu Graham.

"Isso é difícil para nós aceitar? Sim, é - porque não é assim que nos tratamos um ao outro... Se alguém nos machuca profundamente, nos engana ou mente sobre nós, então perdemos muito mais tempo pensando nisso do que perdoando-os".

No início de junho, foi relatado que a "Billy Graham Evangelistic Association" recebeu ameaças feitas pela internet, o que levou a polícia de Charlotte-Mecklenburg a se envolver no caso.

"A Associação Evangélica Billy Graham pode confirmar que se comunicou com os agentes da lei em relação aos comentários recebidos através da internet, contendo potenciais ameaças a terceiros", disse um porta-voz da BGEA na época. (...)

As ameaças começaram no dia 11 de abril, com oito casos registrados nos últimos dois meses.



Fonte: Christian Post

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima