Aluno que "sentou no colo" do namorado e chamou Diretora de homofóbica vai responder criminalmente, diz delegado


O caso popularmente conhecido pelo "aluno que sentou no colo" do namorado dentro da sala de aula repercutiu nas redes sociais através de um vídeo, onde o estudante, que aparenta ser gay, chama a Diretora da escola de "homofóbica" após ser advertido pela mesma.

O caso ocorreu na Escola Aida Cortez Ramalho Pereira, em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O aluno Ricardo Silva, de 18 anos, estudante do 3º ano do Ensino Médio, simplesmente achou que a sala de aula poderia lhe servir para se comportar da maneira que bem entendesse, incluindo sentar no colo do seu namorado.


Diante da exposição de intimidade em um espaço inadequado, a Diretora da escola que também é professora no mesmo local, após receber queixas de outros alunos resolveu chamar atenção do rapaz: “Eu faço isso com todos os alunos, pois aqui é um ambiente escolar”, afirmou Hévila Cruz em publicação no G1. 

“Eu estou aqui sentado no colo do meu namorado e a diretora quer me tirar do colo do meu namorado”, disse o rapaz no vídeo, que na discussão com a Diretora resolveu recorrer ao chavão dos ativistas LGBTs para criar um clima de "vitimismo" em seu favor, chamando a Professora de "homofóbica" e que "homofobia é crime".

Após o caso, a Diretora resolveu procurar um Promotor especialista em educação: “Queria que ele entendesse a gravidade da situação. Algo tem que ser feito”, afirmou ela na mesma publicação. O caso então foi parar na Delegacia e o rapaz responderá criminalmente, por ter feito uma acusação indevida contra a Professora, de forma caluniosa. Veja a explicação do Delegado no vídeo abaixo:



COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima
Anônimo
27 de junho de 2017 23:04

Quanta hipocrisia, que sociedade hipócrita!! Vai em qualquer colégio pra ver as situações mais bizarras que existem e nenhum aluno é punido. Só pq é gay e estava no colo do namorado?!?! Tem colégio aí que tem até estupro e não se viu tanto rigor e punição. Quero ver punir aluno hétero cometendo barbaridades.

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 12:09

A diretora pediu para ele sai,já que ela e a autoridade dentro da escola (O professor e quem manda na sala de aula) e se a diretora estava lá e por que a professora (O) a chamou.Ele deveria simplesmente sair do colo do namorado e sentar na cadeira

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 12:19

Cala a boca, imbecil. Enfia o vitimismo no cu.

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 12:20

É isso que esses vitimistas não querem entender. Não importa se é gay ou heterossexual, o comportamento é sempre inadequado e deveria ser punido. Agora, chamar uma pessoa de homofóbica é crime de calúnia! Vamos ver se agora aprendem.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 12:50

Hipocrisia é generalizar, odeio pessoas que se fazem de vítima. Independente da opção sexual temos que ter bom senso.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 12:51

É um começo. Se existe impunidade nas outras escolas, então o problema é das outras escolas. Que está, sirva de exemplo.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 12:55

Veja a reportagem de novo... você não entendeu, é o que parece

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 12:59

E por que os hossexuais são melhores que os heterossexuais?

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 13:01

Deixa de ser babaca , quer sentar ni colo faça em outro lugar, nem se fosse hetero estava errado.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 13:01

Por ser gay não pode se chamar atenção??

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 13:03

seu discurso não tem base, sem base sem nexo.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 13:07

Deixa de ser retardado, cara. Ele ta sendo penalizado pela acusação em cima da mulher. Agora é de boa sair acusando falsamente os outros de tudo?

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 13:33

Anonimo.... no minimo é outro viado querendo se vitimizar, vai caçar o que fazer vaga.bundo.. tem louça na pia... vai trabalhar, lugar de escola eh pra se aprender e nao ficar de putaria...

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 13:53

Independente de ser gay ou não escola é um lugar pra estudar e não ficar de fogo no cu a regra se aplica pra todos

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 13:54

É quando fazem alguma coisa, aparecem pessoas como você, sempre vitimizando o culpado e aplicando os chavões de sempre "só porque é gay"

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 13:54

Sou gay e achei um absurdo o comportamento desse jovem, não havia a menor necessidade da cena que ele fez, muito menos da acusação contra a professora. Acho muito importante os profissionais da educação começarem a responsabilizar os jovens pelas atitudes erradas que cometem, pois estão cada vez mais sem nenhum tipo de limite.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 14:05

E já está passando da hora de começarmos a criminalizar todo aquele que se comporta de modo inadequado, seja ele hétero ou homoafetivo.

Resposta
avatar
Ade
10 de julho de 2017 14:17

Independentemente de qualquer condição sexual, ele gravou o vídeo e produziu provas , muito bem feito.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 14:24

vai se fuder viado do caralho !

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 14:26

Engraçado , quem fez questão de expor a outra pessoa foi esse rapaz , e a mesma só disse para a rapaz saísse do colo do outro naquele ambiente escolar .

Ela é autoridade máxima naquele lugar , e foi desrespeitada , portanto o mesmo tem sim que ser punido

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 14:36

É ironia esse comentário, né?

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 14:44

Neste caso não se trata de ser gay ou não e sim da falta de respeito com seus colegas e professores!

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 15:05

Muito bem feito! Não é homofobia, mas eles acham que podem fazer de tudo por serem gays! Acham que são imunes a lei....

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 15:06

Cala essa boca bobalhão

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 15:14

Tem que dar uma surra de relho duro pra aprender a respeitar os mais velhos. Se os pais não educaram, que a policia o faça!

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 15:21

Vai ser idiota no inferno cara. Não é questão de ser gay ou não. O ponto é que escola não é motel, seja um casal gay ou um casal hetero, na escola devem ser respeitados limites, e convenhamos que ficar roçando o rabo no pau dos outros não é uma situação adequada para uma sala de aula, sendo gay ou não. Quem quer respeito se dá o respeito...é por isso muitas pessoas não respeitam os gay.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 15:22

Começou o mimimi dos vitimizados....

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 15:23

Kkkkk, tá de brincadeira né... Larga de vitimismo, nada haver pelo fato dele ser gay.

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 15:34

Site horrível... qndo se da uma noticia dessas, vcs tem q interar qualquer pessoa do assunto tratado, oq nao foi feito... Eu nao vi esse video da professora e do aluno, pq vcs nao postam ele no começo da pagina? Kd a explicaçao de vdd das partes do q aconteceu?

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 15:39

Seja homem (independente de sua opinião sexual) e assine tal comentário! Seu retardado!!!

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 15:50

E isto que a diretora fez nao foi um ato homofobico?puro preconceito?pois sim.Ela a diretora é que tinha que ser punida.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 15:55

Pra começo de história cite as escolas, colégios, essa de que existe, que acontece, é só retórica, se você sabe e não denuncia é cúmplice. No mais você pode fazer o que bem entender, desde que o local seja adequado, escola não pra esse tipo de comportamento, seja gay, hétero o ou caramba a 4.

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 15:56

Tem que punir mesmo , hipócrita é quem acha que escola é lugar de putaria .

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 15:58

Tudo é homofobia, você é digno de pena. Atentado ao pudor é crime.sendo hétero ou homossexual.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 15:59

Tudo é homofobia, você é digno de pena. Atentado ao pudor é crime.sendo hétero ou homossexual.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 16:03

Bem feito vai pagar agora pelo seu ato!! Escola é para estudar...

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 16:16

Larga a mão de ser imbecil. A diretora deixou claro varias vezes que não se tratava do fato de ser gay ou não, mas sim do comportamento e teria a mesma atitude se fosse um casal hetero. Esse vitimisno mimimi me irrita. Gente idiota.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 16:20

Vai se fuder babaca, aprende a respeitar o ambiente escolar, cabra safado, escola é pra estudar e motel pra transar, otário!

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 16:23

amigo sala de aula é pra tar sentado na cadeira.. não acha?

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 17:12

Deveriam punir todos da mesma forma! Não justificar um erro em outro erro. Desacato a professor é crime e ele vai responder por calúnia! Ela foi chamada por outros alunos e ela disse que agiu como agiria com qualquer um, não tem nada a ver com o fato de de ser gay. Desrespeitou e tem que ser punido sim!!! Pensamentos como o seu só fazem a educação do Brasil piorar! Quero ver um dos seus filhos estudando numa escola assim! Tu como cidadão deveria APOIAR e ainda incentivar a acontecer o mesmo em TODAS AS ESCOLAS!

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 17:19

Escola para estudar não p namorar Seja ele gay ou hetero tem que ser punido sim.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 17:28

Sala de aula não é e nunca foi lugar para se namorar...

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 17:33

Independente se é gay, hétero, trans, branco, preto, azul, cor de rosa. Dentro da sala de aula NÃO É LUGAR DE PUTARIA, PORRA. É por gente como vc, que defende esses absurdos, que a nossa educação está nesse nível

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 17:37

Pode parecer hipocrisia pra vc e para o gay que sentou no colo do namorado na sala de aula. Vc acha que gay pode fazer qualquer coisa em qualquer lugar e qualquer pessoa que se indignar é homofobica? Cara, sinceramente, eu nao tenho preconceitos assim, mas tem certas coisas que ja estao me dando nojo. A atitude 'non sense' desse rapaz na sala de aula foi a primeira, e a segunda foi confrontar com a diretora sem o minimo de respeito como ele fez... Vai estudar na boate entao, amigo!

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 17:37

Com este argumento só podia ser anônimo. O rapaz foi punido por caluniar a professora não por ser gay. E heteros também são punidos, só não dá notícia por ser comum.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 17:47

A regra é para todos, não é pq o cara é "gay" que está acima da lei. Discriminação é crime, mas ninguém está acima da lei e dos regimentos. Bom senso, amigo.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 17:52

quer sentar no colinho senta em casa escola é pra estudar
na realidade nem heteros e nem gays tem o doreito de fazer algo dessa forma. É ridiculo alguem em sã consciencia apoiar este aluno, pois se ele tem o direito de sentar no colinho os outros tem o direito de não presenciar.
outro ponto foi a filmagem tudo preparado pra causar haja paciência.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 18:06

Cala boca viado

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 18:36

Isso se chama limites, coisa que os revolucionários esqueceram que existe.

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 18:38

De o cara quer ser viado que seja diante da pqp.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 18:41

Respeito é bom e eu gosto.

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 19:00

Concordo com a punição! escola é para estudar e aprender...seja heterossexual ou homossexual, o comportamento dentro de uma sala de aula é de atenção, não para fazer "gracinhas".

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 19:02

Moço ele responder porque é maior e é babaca. Ele estava errado e se fez de vítima. Você acha que um maior que estoura na escola não é punido? Acontece que nossa lei não faz nada com o menor. Se você se tornou maior tem que responder por seus atos sim. Se não quiser pode mudar de país. Mas, enquanto houver leis...

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 19:06

Bem feito, merecia era levar umas porradas, escola é lugar de respeito, daqui a pouco vai achar que pode dá o rabo na sala de aula também,lixo humano!

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 19:38

punicao correta. quer putaria vai pro motel. escola e pra estudar. coisa que esse ser nao esta afim. fica a dica sejam mais gente

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 19:50

Larga de ser mentiroso.

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 19:54

Jumentx ele n vai ser punido por sentar no colo do namorado, mas por calúnia.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 20:01

Eu acho que ela está coberta de razão, escola é escola, quer ter liberdade de sentar no colo do namorado vá pra um lugar adequado, não podemos confundir as coisas, isso não é homofobia não!!

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 20:16

Vaza daqui baitola.. Ta defendendo pq tbm eh baitola.. A professora nao eh obrigada a aturar essas viadagens em sala de aula nao! Esses viados sempre querendo fazer graca.. Respeito muito quem se da o respeito, mas esses viadinhos forcados tem q levar muita porrada!

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 20:18

Digite sua resposta...ipocrisia, ridiculo e o seu comentario, sala de aula nao e banco de praca nem a sala da sua casa.

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 20:22

Que comentário mais heterofóbico. 🤓

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 20:45

Meu amigo: escola é lugar para aprendizado e não para namoro. Quer namorar? Vai para a rua e fim. Não me importa com a opção sexual de qualquer um desde que respeite as regras da finalidade do ambiente onde se está. Escola é lugar de estudo e não namoro.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 20:46

É porque ele é gay está acima de tudo e todos e qualquer pessoa que chamar atenção dele é homofobica. É um colégio, se uma diretora não pode ter autoridade para chamar a atenção de um aluno, então fecha as portas. Se ela tivesse chamado a atenção de um aluno hetero estava tudo bem, não seria preconceito.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 20:50

Não tenho nada contra gays, cada um faça da sua vida o que bem quiser de sua vida, mas antes de qualquer coisa, vamos respeitar o ambiente, inclusive uma escola. Se esse rapaizinho está a fim de aparecer, pule de paraquedas, ah sim, no colo do namorado. Gostei da decisão de responder criminalmente.O que faltou para esses indivíduos, foi respeito com a professora, seus colegas de sala e com a instituição de ensino.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 21:11

Olha,voce viu a defesa da mulher especifica? ela falou que na escola dela,ela nao deixa ninguem fazer isso,isso supostamente inclui casais heteros tambe,chamar ela em publico de homofobica porque ela nao deixou um casal ficar com momentos intimos, eh sim passivel de um processo, acredito que se ela nao deixasse um casal de negros ter intimidade e ser chamada de racista daria uma processo igual

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 21:12

Chora na cama que é mais quentinho! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 21:15

Qualquer colégio é assim????
Bom... no meu não é assim!
A diretora está certíssima!
Ali não é lugar.

Resposta
avatar
Anônimo
10 de julho de 2017 21:42

Que beleza!! É isso mesmo! Essa juventude está cada vez mais sem limites. Pais que não tem autoridade sobre seus filhos e não ensinam, a vida se encarrega de ensinar

Resposta
avatar
10 de julho de 2017 21:42

Tu faria a mesma coisa que esse aluno fez. Larga de ser retardado e pare de se vitimizar.

Resposta
avatar
Anônimo
11 de julho de 2017 01:27

No vídeo o rapaz pergunta "Quer dizer que não pode namorar na escola, beijar na boca", Ao que a diretora responde "pode, mas eu só to pedindo para você não fazer isso", o rapaz replica "isso, o que?", a diretora continua repetindo, mas sem explicar o que.

Bem... se pode namorar na escola, beijar, por que não pode sentar no colo? Estranho a diretora responder que pode namorar na escola, mas não permite sentar no colo.

as regras da escola parecem meio confusas. Não seria estranho que, sendo uma situação de dois rapazes, eles achassem que foi homofobia...

Vai ser acusado, mas acho bem difícil ser condenado, a situação é complicada. A diretora já se envolveu em outras situações polêmicas na escola no tratamente com homossexuais. Existem casos pregressos dela que sustentam a tese de homofobia.

Por outro lado, é estranho ela chegar a esse ponto de acionar a justiça para resolver uma questão de interna da escola. de todo, a exposição dela foi o único fato grave. Se a acusação fosse quanto à exposição dela, já teria causa ganha... mas acusação de calúnia, pelos fatos, acho difícil.

bem.. tentando analisar tecnicamente a questão.. pq não vi sequer um comentário fazendo isso.

Resposta
avatar
11 de julho de 2017 08:38

"Analisando tecnicamente" rs
Escola não é lugar de putaria. Ponto. Quer dar o rabo ou o q quise, paga motel. Simples assim@!!! Tá tudo errado nesse país, começando com essa libertinagem nojenta dentro das instituições de ensino. Vergonhoso o q essa esquerda maldita vem causando nos sem cérebros....afff

Resposta
avatar
11 de julho de 2017 08:58

Essa bichinha mimizenta quer causar. Vcs são o motivo da homofobia, pois se comportam muito mal. Vive a vida toda querendo chamar atenção com coisas ridículas. Viado bom foi Clodovil ja vcs são modinha.

Resposta
avatar
Anônimo
11 de julho de 2017 12:04

Só pq ele faz sexo pelo reto ele é melhor que os outros???

Resposta
avatar
Anônimo
11 de julho de 2017 12:05

Escola é lugar p estudar e não p namorar ou praticar outro tipo de ato! Senta no colo a vontade, mas fora da escola

Resposta
avatar
11 de julho de 2017 13:59

Sou gay tb, mas acho que os gay de hj, dessa dita modinha, estão sem respeito algum, não digo só pelo outros, mas sim respeito próprio, errou feio, vai sentar no colo do namorado, na casa da sua família, não na escola, liga não é lugar pra isso.

Resposta
avatar
Anônimo
11 de julho de 2017 16:08

Cara vc deve ser um viado excroto é uma bicha sem futuro.

Resposta
avatar
11 de julho de 2017 16:52

Exatamente, produziu prova contra ele mesmo.
Além de viado é burro.

Resposta
avatar
Anônimo
11 de julho de 2017 18:04

É justamente isso o que tenho percebido na sociedade atual. Eles podem discriminar, ofender, fazer absurdos, etc. e temos de aguentar calados? Se dissermos algo estamos sendo homofóbicos, preconceituosos? E o respeito que nos deve, onde fica? Não se pode aceitar tudo porque eles podem nos acusar de homofobia. Há valores morais que devem ser respeitados por todos, independente da opção sexual.

Resposta
avatar
Anônimo
11 de julho de 2017 21:06

Redação vamos usar a canetinha desesquerdizadora:
Aparentemente ele é aluno.
Gay ele afirma no vídeo que tava no colo do namorado...pessoas do sexo masculinos que tem namorado, são gays e não aparentam.

Resposta
avatar
Anônimo
11 de julho de 2017 21:47

Como bissexual e alguem que luta pelos direitos iguais da comunidade LGBT eu digo que esse garotinho arrogante e com uma enorme ignorância não nos representa. Ele fez algo muito errado e merece pagar por isso. A diretora estava certa,escola não é lugar para ficar em cima de namorado ou namorada não,quando eu estudava os professores e a diretoria sempre pegava no pé de qualquer um que fizesse isso,tanto gay quanto heteros. Ele merece pagar pelo o que fez, pessoal precisa entender que nem tudo nessa porra é homofobia.

Resposta
avatar
Anônimo
12 de julho de 2017 10:44

Bosolnaro disse que eles querem ter super poderes e nesse caso é a pura verdade ... Cadeia neles...

Resposta
avatar
12 de julho de 2017 11:42

Mas gente, todo mundo senta no colo de todo mundo em escolas. Agora vai o gay sentar no colo do namorado: NÃO PODE.

ué.

Resposta
avatar
Anônimo
12 de julho de 2017 14:00

Vdd!!! Kkkk
Só rindo mesmo!

Resposta
avatar
Anônimo
12 de julho de 2017 14:02

����������

Resposta
avatar
12 de julho de 2017 16:13

Absurdo... Já vi coisas bem piores de alunos heteros como por exemplo: se masturbarem e gozarem no fundo da sala enquanto o professor passava um vídeo. O professor ficou furioso pois sentiu um cheiro estranho e risadas.... Chamou a orientação e não deu em nada pois pôs panos quentes... Não que o rapaz acima deveria ter feito isso pois pra tudo tem hora e lugar...Mas heteros são tão safados quanto os homossexuais pois todos são humanos e falhos...já vi vários casos e vídeos de alunos heteros se masturbando em salas de aula...E esse tipo de matéria reforça realmente a pressão contra os homossexuais que pega um caso isolado pra denegrir uma minoria. Reforço que o rapaz agiu errado mas existem casos muito piores cometidos por heteros que não deram em nada!!! Porquê será?

Resposta
avatar
Anônimo
12 de julho de 2017 17:33

Me poupe de mimimi, se a autoridade em questão pediu seja hetero ou não tem que obedecer. Não quer cumprir regras fica em casa. Agora usar o vitimismo para fazer algo é demais. Tudo tem hora e lugar. Sala de aula não é lugar de namorar, Namore em casa, na rua... Agora se vitimizar por algo inadequado para o local...já é demais.

Resposta
avatar
12 de julho de 2017 21:48

Aos que estão criticando a decisão. Por favor, mais interpretação. A decisão não é por ele ser gay e sim, por acusar a diretora de homofobica. Pois homofobia é crime e ela foi acusada por um crime que não cometeu. simples assim. Ou vcs gostariam de serem acusados por crimes que não vometeram????

Resposta
avatar
12 de julho de 2017 21:51

A decisão não é por ele está sentado no colo não. E sim por ACUSAR A DIRETORA DE HOMOFOBICA.

Resposta
avatar
Anônimo
13 de julho de 2017 17:06

Vocês que estão defendendo... pau no cu de vocês... agora só pq ele é gay faz o que quer... se nas outras escolas acontece pior e por falta de atenção dos professores e diretores... Não e por isso que todos tem que aguentar um babaca desse caluniando uma diretora/professora pra se crescer...

Resposta
avatar
Anônimo
14 de julho de 2017 13:53

Eu acredito que cada um faz o que quiser da vida, se quiser ser homosexual, heterosexual, ou bisexual acho que o problema é da pessoa. Porém... tudo tem seu lugar, a escola que antes era um local de se aprender e de respeito, hoje virou motivo de chacota e de farra, alunos não respeitam colegas, professores nem a diretora, qualquer coisinha "Ah homofobico; facista; opressor; você não pode me tocar porque sou dimenor" e assim vai"

O brasil tá em queda livre na decadencia, e tem um certo partido aí que ainda insiste em dizer que tá "tranquilo e favoravel" que "acabamos com o analfabetismo" sendo que tem criança na setima série que não sabe nem escrever o proprio nome.

Mesmo que fosse uma aluna feminina sentando no colo de um aluno masculino deveria sim ter sido repreendida, afinal escola é lugar de aprender e não de fazer graça para gravar videozinho se vitimizando.

Resposta
avatar
Anônimo
14 de julho de 2017 13:58

Nem adianta tentar explicar cara, esse povo que se acham "verdadeiros deuses que podem fazer tudo" não entende o significado de uma palavrinha magica chama "bom senso". Afinal eles podem sempre apelar pro "OPRESSOR... HOMOFÓBICO" e já vem um homem de anta defender.

Resposta
avatar
Anônimo
16 de julho de 2017 00:18

Vai ficar com o rabo ardendo agora.

Resposta
avatar