Reino Unido emite alerta para iminência de novo ataque terrorista


Nível de alerta foi elevado de "grave" para "crítico". Uma rede ligada ao homem bomba suicida estaria ativa

Decisão foi anunciada por Theresa May. Significa que pode ser iminente um novo atentado. Milhares de militares - cerca de cinco mil - serão colocados em locais considerados "críticos" ou de "potencial risco".
É a primeira vez, desde 2007, que o nível de alerta terrorista é colocado no máximo.
Theresa May explica que há suspeitas de que o terrorista Salman Abedi faça parte de uma rede que estaria ativa.
A governante afirmou que o "ataque covarde e insensível" de segunda-feira justifica o reforço das medidas de segurança definido pelo Governo britânico.

Assim, polícias serão substituídos por militares sob orientação policial em "locais chave" do país, permitindo "à polícia aumentar significativamente o número de agentes armados em patrulha".
A primeira-ministra assinalou ainda que serão destacados militares para patrulhar concertos e jogos desportivos.
Theresa May considerou que é "uma resposta sensata e proporcional" elevar o nível de alerta, indicando que haverá militares em patrulha em locais sensíveis e acontecimentos com muito público, como a final do campeonato de futebol inglês que se joga no sábado no estádio londrino de Wembley e em que estará presente o príncipe William.


COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima