VÍDEO: Muçulmano ameaça cristãos em vídeo com arsenal de armas no carro


Um homem muçulmano que fez ameaças contra os participantes de uma conferência cristã em Sioux Falls, Dakota do Sul, em um vídeo gravado pelo Facebook, está enfrentando acusações de terrorismo, apesar de de já ter sido detido e solto pela polícia em outra ocasião.


Na sexta-feira,  um porta-voz da polícia de Sioux Falls disse que o departamento de polícia local não faria acusações contra o homem de 45 anos, identificado como Ehab Jaber.


"Ele tinha um monte de armas com ele, mas não estava violando nenhuma lei", disse o policial Sam Clemens à KDLT-TV depois do incidente.

"Ele não ameaçou ninguém diretamente. Não ameaçou nenhum grupo de pessoas, nada parecido, e não é ilegal levar armas ou ter armas com você." [nos Estados Unidos]

No entanto, a decisão de não acusar Jaber foi posteriormente revogada e ele foi acusado oficialmente de fazer ameaça terrorista - um crime de classe cinco com pena máxima de cinco anos de prisão, informou The Christian Post .

Originalmente da Arábia Saudita, Jaber foi escoltado para o lado de fora da conferência cristã na semana passada, levando-o a transmitir suas ameaças perturbadoras contra os participantes da Conferência, dizendo ele que deveriam ficar "aterrorizados", mostrando suas armas no carro.

Usando uma camisa onde se lê "eu sou americano, eu sou um muçulmano", entre outras afirmações, e carregando uma cópia do Alcorão, ele supostamente começou a perturbar o local da Conferência, também filmando o evento com seu celular, forçando os seguranças a removê-lo do local.

Jaber então foi até seu veículo e começou a transmitir sua ameaça, dizendo: "você sabe, você quer estar realmente com medo?" Ele então mostrou várias pistolas, um AK-47 [metralhadora],  enquanto repetia: "tenha medo", mostrando também o que pareceu uma AR-15 [outra metralhadora], dizendo "fique aterrorizado". Veja o vídeo abaixo:




Fonte: Heatst

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima