Maconha 24 horas: Uruguai terá "baseado em domicílio" após venda em farmácias


O Uruguai foi o primeiro país do mundo a legalizar a produção, distribuição e venda de maconha sob o controle do Estado. Isto é; ao menos na teoria! A decisão foi tomada pelo Congresso do país em dezembro de 2013, na gestão do ex-Presidente José Pepe Mujica. Com base nisso, este ano o Uruguai decidiu também passar a vender a maconha em farmácias 24 horas, ampliando o nível de acesso a essa droga mais do que a outras, como bebidas alcoólicas, por exemplo.

Mais de 3 mil pessoas cultivam legalmente a maconha por conta própria no Uruguai, após um cadastro feito nas agências de Correios locais, segundo informações do "Instituto de Regulación y Control del Cannabis". Ao que parece, a venda de até 10 gramas por semana da substância nas farmácias não é suficiente para alguns usuários, que preferem manter sua fonte em casa.


"É forte, é muito mais psicoativa, mas deixa você com uma sensação melhor", disse Álvaro Delgado Vivas, sobre a qualidade da maconha cultivada em casa, segundo uma matéria publicada no jornal El País.

Essa característica passou a ser constatada também por entidades que defenderam a legalização da maconha antes de ser aprovada pelo Congresso, servindo de alerta para os consumidores quanto aos efeitos mais potentes da droga "pura", diferente da que é vendida por traficantes.

Agora ficará ainda mais fácil a aquisição de maconha no Uruguai, porque o jornal local "El Observador" divulgou que a partir de julho desse ano (2017) a droga será vendida em farmácias, incluindo as que funcionam durante 24 horas. Nem a venda de bebidas alcoólicas é permitida dessa forma, sendo proibida entre meia noite e 6 da manhã.

Certamente as empresas ICCorp e Simbiosys, responsáveis pelo cultivo da maconha no Uruguai, terão ótimos lucros com a ampliação da venda legal no país, uma vez que a droga poderá ser associada, indiscriminadamente, a um tipo de medicamento. Pelo visto, além de maconha 24 horas, os uruguaios terão também "baseado em domicílio".



COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima