Bancada Evangélica se reúne com Temer contra Ideologia de Gênero em Decreto


Após muita polêmica com a manifestação de grupos que representam a família tradicional, pais, mães e profissionais de vários segmentos, contra a inclusão da ideologia de gênero no Decreto Presidencial n. 9005, assinado em 14 de março por Michel Temer, a Bancada Evangélica e da Família resolveu se reunir e entregar uma carta pessoalmente ao Presidente pedindo a suspensão da medida.

Precisamente, a carta pede a anulação do Inciso II do Artigo 25, que inclui como tema para ser discutido nas escolas públicas a "diversidade de gênero e orientação sexual". Para as Bancadas e grupos contrários à essa medida, o texto viola a decisão do Congresso Nacional em junho de 2014, que excluiu a ideologia de gênero do Plano Nacional de Educação.

Uma das maiores críticas da ideologia de gênero e autora do livro "Ideologia de Gênero na Educação", a Psicóloga e especialista em Direitos Humanos, Marisa Lobo, fez inúmeros protestos mas redes sociais e em seu canal no YouTube alertando a sociedade e os parlamentares sobre o Decreto n. 9005.

"Agora vamos cobrar, não se intimidem, compartilhem, façam vídeos, mandem E-mail para seus deputados, para a presidência. #BrasilSemIdeologiaDeGenero sem drogas, sem aborto.", escreveu Marisa em uma publicação no Facebook. Leia a carta abaixo:



COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima