Modelo tamanho "super grande" posa nua contra o preconceito



Aos 31 anos, a modelo "plus size" Tess Holliday se deixou filmar sem roupa e maquiagem para a sessão "Confessional", de Scott Nathan. O objetivo é lutar pela redefinição do padrões de beleza.


Tess Holliday posou nua e sem maquiagem para a câmara de Scott Nathan, fotógrafo que procura lutar contras "as imagens preconcebidas de beleza" com o seu trabalho "Confessional".

A modelo plus size, que veste o número 54, partilhou nas redes sociais um pequeno clipe retirado do produto final, ainda para ser publicado.

Filmados em preto e branco, os vídeos procuram mostrar um lado íntimo e real de mulheres, cerca de 100, escolhidas por Nathan, com idades entre os 11 e os 86 anos. A própria Tess explicou as orientações que recebeu por parte da produção: "Ouve a música e não tire os olhos do centro da lente."

Das 100 mulheres escolhidas por Scott, Tess Holliday é a primeira manequim plus size a figurar no grupo. Ainda assim, o fotógrafo tem procurado a diversidade, capturando o olhar de mulheres de diferentes formas, etnias e idades.

Holliday já foi considerada por vários órgãos de comunicação como uma das personalidades mais influentes do Reino Unido na luta pela igualdade de direitos e pela desconstrução dos atuais padrões de beleza. A modelo britânica de 31 anos quis ter um papel mais ativo no mundo da moda e acabou lançando várias coleções de roupa, disponíveis em várias plataformas online.

Comentário:

Preconceito contra pessoas com excesso de peso é real e triste. Inadmissível! A beleza também é inegavelmente algo puramente cultural. Mas, será que a obesidade entra nessa categoria?

É importante desconstruir preconceitos, todavia, sem confundir o que é cultura e o que é saúde, seja isso resultado de um comportamento ou de uma condição biológica.


Fonte: Diário de Notícia
Comentário: Opinião Crítica


COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima