Disney exibe "beijo gay" infantil em canal de TV e pretende ampliar personagens homossexuais

Primeiro beijo gay infantil na Disney causa polêmica

A série do canal Disney XD exibiu sutilmente vários beijos gays em um episódio que foi ao ar ontem. O desenho contou com uma cena em um concerto de boy band, onde várias pessoas, incluindo casais de gays e lésbicas, se beijaram durante a música. O gênero de alguns casais não ficou claro.

Após a exibição do desenho, um porta-voz do canal não respondeu às manifestações de rua pedindo que comentassem o caso.
Embora este seja o primeiro beijo entre pessoas do mesmo sexo exibido na tela, a Disney inclui periodicamente relações homossexuais em seus programas de TV, incluindo um casal de lésbicas em Good Luck Charlie e um casal gay na Gravidade Falls. 
Os espectadores também têm especulado sobre a possibilidade de personagens gays incluídos nos filmes Zootopia, Finding Dory e Congelado.
Cosmopolitan tem expandido a lista, sugerindo que de A Pequena Sereia Úrsula, Bela Adormecida 's Flora, Fauna e Merryweather, e até mesmo A Bela e a Fera podem ser gays.
No ano passado, os criadores de Moana, disse ao Huffington Post que não descarta uma princesa LGBT na Disney. Segundo o diretor Ron Clements: "Parece que as possibilidades são muito favoráveis neste momento."
A Disney também tem estado sob pressão para retratar relacionamentos abertamente homossexuais em seus programas de TV e filmes [...]

Comentário:

A identidade de gênero sexual na criança possui um período de formação que vai, em média,  dos 02 aos 04 anos de idade, muito embora a orientação sexual não seja imutável. Todavia, esse é o período em que a criança absorve as principais referências da sexualidade através do aprendizado e experiências sociais, como na relação entre pai e mãe.
Não por acaso, essa fase também é o período de maior absorção de conhecimento e identificação da criança través dos DESENHOS, símbolos, jogos e brincadeiras de modo geral. Dessa forma, a criação de personagens gays e a inclusão de temas homossexuais em desenhos infantis é uma maneira de não apenas "educar" as crianças segundo a ideologia de gênero, como induzir o comportamento homossexual.
Isso ocorre porque lamentavelmente os desenhos estão sendo instrumentalizados para fins ideológicos e políticos, deixando de ser um espaço dedicado a neutralidade das crianças, infantil e, portanto, isento das polêmicas sociais, para se tornar um campo de confronto ideológico.
Por outro lado, a sobrevivência desses canais é fruto da audiência das famílias. Na prática, a Disney, assim como os apoiadores da ideologia de gênero, não infringem nenhuma lei, pois se trata da liberdade que possuem em produzir tais conteúdos. Quem é contrário a essa concepção de sexualidade deve rejeitar esses conteúdos, simplesmente, fazendo uso da mesma liberdade, excluindo da sua casa desenhos e filmes da Disney, por exemplo.
A expectativa não é que esses e outros conteúdos sejam proibidos. Do ponto de vista legal, cabe a cada pai e mãe, responsável, em fim, fazer a sua parte, discernindo o que é bom ou não para seus filhos verem, orientando quanto aos aspectos morais e éticos desse material.

Com informações: Heatst
Comentário: Opinião Crítica

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima