Morte por câncer aumentou 31% nos últimos 15 anos no Brasil

 Aumento de mortes por câncer no Brasil e no mundo

A OMS afirma que o número de mortes do Brasil devido a incidência do câncer aumentou 31% nos últimos 15 anos. Segundo informações do UOL,  223,4 mil pessoas morreram até o final de 2015 e os dados foram publicados nessa sexta pela Organização Mundial de Saúde. A instituição também aproveita o Dia Mundial do Câncer neste sábado (04) para divulgar um novo guia de informações que visa orientar a descoberta mais precoce da doença, a fim de reduzir os riscos de morte.

Considerada a segunda maior causa de morte no Brasil, os cânceres que mais matam são o do sistema respiratório, cólon do útero e câncer de mama. Especialistas alertam, todavia, que quanto mais precoce a detecção, maiores são as chances de cura. No caso do câncer de mama, por exemplo, eles possuem até 95% de cura quando diagnosticados na fase inicial.


O aumento de mortes devido ao câncer é um fenômeno mundial, considerado o segundo maior do planeta;  "Por muito tempo, dizia-se que era uma doença de país rico. Isso não é mais verdade e o problema é global", disse o diretor da OMS, Etienne Krug em publicação no referido portal.

Comentário:

Inúmeros estudos tem apontado o desenvolvimento do câncer relacionado a fatores emocionais. Em outras palavras, células cancerígenas respondem ativamente ao estado psicológico, afetivo que se encontra o sujeito. Além disso, os hábitos de vida, como o de alimentação, práticas nocivas como o consumo de drogas e outros fatores associados contribuem massivamente para o desenvolvimento do câncer. 

A carga genética, portanto, não é o único fator a ser considerado para o surgimento do câncer, e com base nisso recomenda-se que os indivíduos prestem mais atenção ao seu estilo de vida, contexto social e cultural a que estão submetidos. Não é por acaso que o aumento do câncer tem acompanhado o ritmo de vida cada vez mais acelerado das pessoas. Mais do que um sintoma de individual, se trata de um adoecimento coletivo!


COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima