Freira diz que Maria não permaneceu virgem e é ameaçada de morte na Espanha

Freira diz que Maria não morreu virgem e é ameaçada de morte na Espanha

A freira argentina, Lucía Caram, causou polêmica ao fazer algumas declarações sobre Maria quando participava de um programa de TV, na Espanha. Durante a entrevista, o apresentador do programa Chester in Love, Risto Mejide, falava sobre como era viver como um celibatário, e quando a freira comentou o assunto, se referiu a família de Jesus, fazendo a seguinte declaração:

"Eu acho que Maria amava José e eles eram um casal normal, e é normal ter relações sexuais. É difícil acreditar e muitas vezes ao tentar explicar é um risco, por causa de pessoas que acreditam na mensagem que recebemos até hoje. O sexo é uma maneira de expressar sentimentos e amor, e é uma parte integrante de todas as pessoas. Para a Igreja era uma questão que foi considerada suja e escondida, mas eu acho que é uma bênção,"

  
Com 180.000 seguidores no Twitter e famosa por apresentar um programa culinário, a Freira de 51 anos passou a ser alvo de críticas de várias partes, incluindo ameaças de morte em sua rede social. O Bispo local afirmou na divulgação de uma nota que a crença na virgindade de Maria é o principal dogma "mariano", desde os primórdios da Igreja Católica e promulgado pelo Concílio de Constantinopla.

Em uma petição no site Change.org que já conta com mais de 13.000 assinaturas,  está escrito: "Este é um escândalo muito sério. É uma afronta à fé católica que não pode ser tolerada".

Após a polêmica, a Freira Lúcia veio a público novamente em um programa de TV e lamentou o ocorrido; "Se alguém se sentiu ofendido, peço desculpas (...) e se alguém não entendeu minhas palavras, eu estou pronta para explicar. Mas não falei nada para desrespeitar, contra ou amor ou contra a comunhão"

Segundo informações do site Cadenaser, a Freira afirmou que são mensagens de "ódio" contra sua vida, através dos meios de comunicação; "Estou preocupado com a leitura fragmentada, ideológica e perversa de alguns hereges, sedentos de vingança e motivados pelo ódio, fazendo calúnias, ameaças graves até contra a minha vida, em diversos meios de comunicação", teria dito Lucía Caram.

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima