5 Motivos porque o sexo no livro de Salomão é melhor do que em 50 tons mais escuros


Aprenda os motivos porque o sexo no livro bíblico de Salomão é melhor do que 50 tons de cinza

O Livro de Salomão é um diálogo entre um amante e seu amado, com interjeições ocasionais de terceiros. Fala de seu desejo um pelo outro e é embebido em imagens eróticas. É tão incongruente em comparação com o resto da Bíblia que desde os tempos mais antigos, tanto os estudiosos judeus e cristãos têm tentado interpretá-lo como não sendo, realmente, apenas sobre sexo.  

No pensamento cristão, o livro de Salomão fala sobre o amor mútuo entre Cristo e sua Igreja. Muita reflexão rica saiu dessa percepção, na obra do pai da Igreja Grega, Orígenes, por exemplo. Mas essa relutância em ver o livro pelo que é - uma celebração do amor humano - significa que a essência da sua mensagem corre risco de ser perdida.


Assim, numa época de fácil acesso à pornografia, em que os detalhes mais íntimos das relações humanas são propriedade comum e a franquia 50 tons mais escuro é uma oferta fácil para todos os públicos, o Livro de Salomão tem alguma coisa para nos ensinar? Aqui estão as cinco sugestões:
 
1. Ele diz que o sexo é bom 


A igreja é muitas vezes acusada de ser "anti-sexo", com base em alguns ensinamentos de Santo Agostinho no sec. IV. Ele foi muito influente na Igreja Ocidental e não há dúvida de que teve um efeito nocivo em algumas áreas da vida da Igreja, mas o cristianismo sempre comemorou as alegrias do corpo. O Cântico de Salomão, por exemplo, não tem vergonha em seu retrato da paixão física e mostra o que pode ser o significado do sexo saudável entre um homem e uma mulher.
 
2. Ele diz que os seres humanos são feitos para amar uns aos outros

O livro de Salomão retrata pessoas que estão completamente envolvidas em si, não apenas fisicamente, mas emocionalmente e espiritualmente também. É um belo retrato não de desejos egoístas, mas de completa doação; o amante e o amado vivenciam tudo o que é bom um no outro.

3. Ele retrata os seres humanos por completo

O grande perigo e tristeza da cultura da pornografia (saiba mais aqui) que permeia nossa sociedade é que ela reduz os seres humanos - especialmente as mulheres - a seus corpos. O Cântico de Salomão mostra o amante e o amado tomando tempo para se apreciar um ao outro por completo; a relação humana se apresenta como uma bela poesia, e poesia leva tempo para escrever.
 
4. Não tem nada de violento nele 


Um dos muitos problemas com os livros e filmes de 50 tons de preto e seu último lançamento é que eles normalizam a violência e o abuso, fazendo algo perigoso e prejudicial parecer desejável e normal. No Cântico de Salomão, o prazer é simplesmente prazer.
 
5. Honra o amor como uma arte 


Quando nos preocupamos com outra pessoa, queremos lhe oferecer o melhor que temos. O Cântico de Salomão - e embora tenha o seu nome, ninguém tem certeza de quem o escreveu - é um poema elaborado, criado com carinho por alguém que experimentou as maiores bênçãos do amor humano.  

Surpreendentemente explícito para um livro bíblico, mas um mundo longe das produções degradantes de alguns escritores e cineastas modernos, o livro de Salomão é a melhor resposta para aqueles que dizem que o cristianismo não valoriza o amor humano - e é a melhor resposta (...) às imitações de amor que nos rodeiam em um mundo que prefere a ficção espalhafatosa invés da realidade.


Por: Mark Woods

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima