Cármen Lúcia homologa delações da Odebrecht e depoimentos seguem em sigilo


 
A ministra do STF, Cármen Lúcia, acabou de homologar as 77 delações da Odebrecht. O conteúdo, porém, segue em segredo de justiça. Com a decisão, a Presidente do Supremo dá prosseguimento ao trabalho feito pelo então Ministro Teori Zavascki, falecido em acidente aéreo no dia 19 de janeiro.


A expectativa é que com a homologação, a operação Lava Jato possa concluir uma série de processos judiciais que estão em curso, como as denúncias contra o ex-presidente Lula e o ex-deputado Eduardo Cunha. Todavia, como os depoimentos estão sob sigilo, não se sabe até onde as investigações poderão chegar, uma vez que novas denúncias podem ter sido feitas, confirmando ou negando grande parte das acusações que já foram aceitas.



COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima